Difference between revisions of "Espingarda"

3,751 bytes removed ,  5 years ago
no edit summary
Tag: Remoção considerável de conteúdo
 
Na sequência da [[Guerra Franco-Prussiana]] de [[1870]]-[[1872]] os exércitos abandonam as espingardas de percussão e adoptam espingardas de '''carregar pela culatra'''.
 
=== Espingardas de repetição ===
[[Ficheiro:Winchester Model 1892 1477.jpg|thumb|right|200px|Espingarda de repetição de alavanca Winchester]]
Durante a [[Guerra Civil Americana]], partindo de diversos protótipos já anteriormente existentes, desenvolve-se uma grande quantidade de espingardas e carabinas capazes de disparar várias vezes mediante processos de recarregamento mecânico por acção manual, geralmente através de alavancas. Os cartuchos utilizados por estas armas são já metálicos e impermeáveis, podendo ser armazenados em tubos, normalmente fixos, sob o corpo do cano. Nascem assim os depósitos tubulares como os do ''rifle'' [[Winchester (arma)|Winchester]] de alavanca. A Winchester apareceu na parte final da guerra dando uma grande vantagem à cavalaria da União: um soldado pode disparar doze tiros por minuto, frente aos três disparos por minuto dos soldados de infantaria, armados com as tradicionais espingardas de percussão. A seguir à guerra, na conquista do Oeste, irá nascer a lenda da Winchester 44.
[[Ficheiro:Karabiner 98k made in Czechoslovakia 530.jpg|thumb|right|200px|Espingarda de repetição de ferrolho [[Karabiner 98k|Mauser 98k]]]]
Na [[década de 1890]] aparecem as primeiras espingardas de ferrolho com depósito fixo em forma de caixa metálica com uma mola na parte inferior e que se carregam através de um "pente" (cinta metálica com várias munições dispostas como os dentes de um pente), abrindo o ferrolho da arma e empurrando o pente para o interior do depósito. Talvez o mais famoso deste tipo de espingarda seja a [[Mauser 98]], introduzida em [[1898]].
 
As '''espingardas de repetição com ferrolho''' foram as armas de infantaria mais usadas durante a [[Primeira Guerra Mundial|Primeira]] e a [[Segunda Guerra Mundial|Segunda Guerras Mundias]]. ainda hoje, as armas deste tipo são utilizadas de forma limitada. As suas características permitem ser utilizadas para tiro que requeira uma grande precisão a longas distâncias com um número mínimo de balas disparado, como para [[caça]] e para actividades de [[atirador especial|atiradores especiais]] militares e policiais.
 
=== Espingardas semiautomáticas ===
A '''espingarda semi-automática''' distingue-se por, ao se accionar o gatilho uma só vez, dispara uma só vez, colocando na câmara uma nova munição que só será disparada se o gatilho for premido outra vez. Portanto são armas que só disparam um tiro de cada vez, recarregando-se automaticamente a cada disparo, mas que não têm a capacidade para disparar rajadas.
 
Já antes da Primeira Guerra Mundial se fizeram protótipos de espingardas semi-automáticas. No entanto, o imperativo de serem usadas as munições do tipo das espingardas de repetição, tornavam difícil o controlo de fogo, dada a elevada potência das mesmas.
 
Ao adotar a [[M1 Garand]] pouco antes da Segunda Guerra Mundial, o Exército dos EUA tornou-se o primeiro do mundo a adotar uma espingarda semi-automática como arma padrão de serviço. Durante a Segunda Guerra Mundial, a infantaria dos restantes exércitos continuou a basear-se nas espingardas de repetição, complementadas com [[pistola-metralhadora|pistolas-metralhadoras]] e [[metralhadora|metralhadoras ligeiras]].
 
=== Espingarda automática ===
[[Ficheiro:Sturmgewehr 44.jpg|thumb|right|200px|Espingarda de assalto [[Sturmgewehr 44|StG44]]]]
A '''[[espingarda automática]]''', ou '''[[espingarda de assalto]]''', é a arma básica da infantaria desde a [[década de 1950]]. Caracteriza-se por ter um mecanismo "selector de fogo" que lhe permite disparar, não só em modo automático, mas também em modo semiautomático. O primeiro modo seria só utilizado em situações de emergência, num combate a curta distância, já que tem a desvantagem de desperdiçar um maior número de munições e de reduzir a precisão do tiro.
 
Depois da introdução do calibre [[5,56 mm NATO]] em substituição do [[7,62 mm NATO]], começou a fazer-se alguma distinção entre as espingardas automáticas que abrangeriam todos os calibres, e as "verdadeiras" espingardas de assalto, que seriam as com calibre inferior a 7,62 mm.
 
{{Referências}}
7

edits