Diferenças entre edições de "Epacta"

62 bytes adicionados ,  18h37min de 14 de agosto de 2014
m
Epacta
m (Epacta)
m (Epacta)
De uma forma geral pode dizer-se também que a [[Epacta]] é o número de [[dia]]s que o [[ano trópico|ano solar trópico]], de '''365''' dias, tem a mais que o "ano lunar" comum de 12 lunações, com '''354''' dias, o que corresponde a '''11'''<ref>{{citar livro|autor=Cristóvão Clávio |título=Calendarii a Gregoriaio XIII P.M. restitvti explicatio |idioma=latim |edição=1ª |local=Romæ |editora=Apud Aloysium Zannetum |ano=MDCIII |página=19 |acessodata=13 de agosto de 2014}} in https://play.google.com/books/reader?printsec=frontcover&output=reader&id=x1lDAAAAcAAJ&pg=GBS.PA19 </ref>.
 
Assim, se uma ano qualquer, como aconteceu em [[2007]], tem a '''Epacta''' '''11''', no ano seguinte a diferença avança mais '''11''' e a '''Epacta''' será '''22''', e no ano seguinte (terceiro) a diferença avança mais '''11''' e a '''Epacta''' será então '''3''', porque sempre que a soma com o valor anterior ultrapassa '''30'''<ref>O valor inteiro máximo de uma [[Lunação]].</ref> subtrai-se '''30''' ao valor encontrado. Dada a diferença de valores entre o "ano lunar" e o "[[ano trópico|ano solar]]" podemos agora reparar que ao fim de 3 "anos solares" de 12 meses temos '''36''' "meses solares" e '''37''' "meses lunares", quando queremos manter um valor aproximado entre as lunações e as estações ao ano, num [[calendário lunissolar]].
 
A solução mais antiga, e ainda hoje em uso, para manter suficientemente próxima essa relação entre as lunações e as estações ao ano, num [[calendário lunissolar]] é a do [[Ciclo metónico|Ciclo que Méton apresentou]] com '''19''' anos solares de 12 meses (= '''228''' "meses solares") equivalente a '''235''' lunações ou "meses lunares" (ou seja com mais '''7''' "meses lunares" intercalados numa determinada sequência).
 
OsA diasoperação acrescentadosde acrescentar ou interpolar um certo número de dias para manter o acerto entre o "ano lunar" e o "[[ano trópico|ano solar]]" também se designamdesigna ''Embolismo''<ref>http://www.portal.ecclesia.pt/ecclesiaout/liturgia/liturgia_site/dicionario/dici_ver.asp?cod_dici=138</ref>, assim comoe os meses acrescentados se designam ''Meses embolísticos'' e o ano em que tal operação ocorre se desina [[Ano embolístico]] ou '''ano embolísmico'''.
 
Quando se diz, por exemplo, que a '''Epacta''' do ano de '''2014''' é '''29''' -, esse número indica a idade da Lua no último dia do ano anterior<ref>Ou, o que é equivalente, a idade da Lua no primeiro dia do ano menos 1.</ref>, ou seja, que no dia [[31 de dezembro]] de [[2013]] a idade da Lua era '''29''', número que indica o total de dias passados desde o dia da [[Lua Nova]] do mês de [[dezembro]] - em dezembro de 2013 a Lua nova ocorreu a 3 de dezembro<ref>{{citar web |url=http://oal.ul.pt/documentos/faselua2013.pdf |título=Fases da Lua em 2013 |acessodata=6 de agosto de 2014 |autor=OAL - Observatório Astronómico de Lisboa |formato=pdf |língua=português }}</ref>. Assim a primeira [[Lua Nova]] desse ano ocorre no primeiro dia do ano, a [[1 de janeiro]], mês que tem duas [[Lua nova|Luas novas]], no dia 1 e no dia 31, não há nenhuma no mês de fevereiro e a terceira [[Lua nova]] desse mesmo ano é a [[1 de março]].
8 574

edições