Diferenças entre edições de "Medicina espacial"

2 815 bytes adicionados ,  03h04min de 28 de agosto de 2014
sem resumo de edição
 
'''Medicina espacial''' é a prática de [[medicina]] em [[astronauta]]s no [[Espaço sideral|espaço exterior]] para assegurar que os astronautas trabalhem num ambiente seguro. O principal objetivo é descobrir o quão bem e por quanto tempo pessoas podem sobreviver às condições extremas do espaço, e o quão rápido ele podem se adaptar às condições da Terra depois de retornar das suas missões. Consequências médicas tais como [[cegueira]] e [[Osteoporose]] têm sido associadas com [[Voo espacial tripulado|voos espaciais tripulados]].<ref name="Wired-20120723">{{citar web|url=http://www.wired.com/wiredscience/2012/07/medicine-psychology-space/|título=Blindness, Bone Loss, and Space Farts: Astronaut Medical Oddities|primeiro=Adam|último=Mann|data=23/07/2012|publicado=Wired magazine|acessodata=09/01/2014}}</ref>
 
== História ==
 
[[Hubertus Strughold]] (1898-1987), um médico e fisiologista ex-nazista, foi trazido para o [[Estados Unidos]] após a [[Segunda Guerra Mundial]] como parte da [[Operação Paperclip]].<ref>{{citar web|url=http://news.bbc.co.uk/2/hi/uk_news/magazine/4443934.stm|título=
Project Paperclip: Dark side of the Moon ( Projeto Paperclip: O lado escuro da Lua ) |primeiro=Andrew|último=Walker|data=21/11/2005|publicado=[[BBC Notícias]]|acessodata=27/09/2014}}</ref> Ele primeiro cunhou o termo '''"medicina espacial"''' em 1948 e foi o primeiro e apenas Professor de Medicina Espacial da Faculdade de Medicina de Aviação (FMA) na Base da Força Aéria de [[Randolph]] , [[Texas]]. Em 1949 Strughold foi feito diretor do Departamento de Medicina Espacial no EMA (que agora é a Escola da Força Aérea norte-americana de Medicina Aeroespacial (EMA da Força Aérea norte-americana) na [[Base Aérea de Brooks]] , Texas). Ele desempenhou um papel importante no desenvolvimento do [[traje pressurizado]] usados ​​pelos astronautas americanos adiantados. Ele foi co-fundador da ramo de medicina espacial da Associação Médica Aeroespacial em 1950. O Museu de História Espacial de Novo México através de uma comissão, removê-lo do Museu após os documentos do Tribunal Penal de [[Nuremberg]], ligá-lo a experiências médicas em que detentos do campo de concentração de Dachau foram torturados e mortos.<ref>{{citar web|url=http://www.nbcnews.com/id/12869190/#.U_59-4Yiqso|título= "Former Nazi removed from Space Hall of Fame" ( O ex-nazista removido do Hall da Fama do Espaço ) |primeiro=|último=|data=19/05/2006|publicado=MSNBC. Associated Press.|acessodata=27/09/2014}}</ref>
Em 1950 Grey começa estudar os efeitos das acelerações sobre substâncias vivas.
Em 1952 Experimentos de aceleração com animais.
Em 1956 Gerathewohl descreve distúrbios de orientação que ocorrem na [[Microgravidade|ausência de gravidade]].
Em 1957, Henses experimenta o [[traje espacial]] em condições atmosféricas de 143 Km de altura e o Dr. Simons consegue ficar numa câmara hiperbárica mais de 32 horas a condições atmosféricas equivalente a 30.942 metros de altura.
Em 1958 se funda a [[NASA]].
Em 1960, por meio do [[Sputnik V]] enviou ao [[espaço]] as cachorras Belka e Strelka, os primeiros seres biológicos que regressaram a Terra depois de 18 voltas em torno dela.
Em 1961, o primeiro voo entorno da [[Terra]] com um ser humano, [[Gagarin]]. A necessidade humana de se adaptar a condições de ausência de gravidade a [[gravidade]] da ordem de 7G e de ordem psicológica, condições ambientais anti naturais, confinamentos longos e ambiente estressante.<ref>[http://www.semae.es/wp-content/uploads/2011/11/14.-Medicina-espacial.pdf MEDICINA ESPACIAL]</ref>
 
 
==Ver também==
* [[Síndrome de adaptação ao espaço]]
* [[Astronauta]]
* [[Exobiologia]]
{{div col end}}
 
Utilizador anónimo