Diferenças entre edições de "Asfalto"

518 bytes adicionados ,  06h04min de 30 de agosto de 2014
sem resumo de edição
{{mais notas|data=abril de 2011| arte=| Brasil=| ciência=| geografia=| música=| Portugal=| sociedade=|1=Este artigo ou secção|2=|3=|4=|5=|6=}}
[[Ficheiro:Refined bitumen.JPG|thumb|Asfalto refinado.]]
[[Ficheiro:Asfalteermachine.jpg|thumb|[[Vibroacabadora]].]]
[[Ficheiro:Road in Norway.jpg|thumb|Estrada pavimentada com asfalto na [[Noruega]].]]
{{Variante-português|alcatrão|asfalto}}
O '''asfalto'''<ref>[http://www.infopedia.pt/pesquisa-global/asfalto| Asfalto - Enciclopédia e Dicionários Porto Editora, 10 de Julho de 2010]</ref> (não confundir com [[alcatrão]]) é um [[betume]] espesso, de material aglutinante escuro e reluzente, de estrutura sólida, constituído de misturas complexas de [[hidrocarboneto]]s não voláteis de elevada [[massa molecular]], além de substâncias [[mineral|minerais]], resíduo da [[destilação]] a vácuo do [[petróleo]] bruto. Não é um material [[volátil]], é [[solúvel]] em [[bissulfeto de carbono]] (<math>CS_2</math>), amolece a temperaturas entre 150°C e 200°C, com propriedades isolantes e adesivas. Também denomina a superfície revestida por este betume. É muito usado na [[Pavimento|pavimentação]] de [[rua]]s, [[estrada]]s e [[aeroporto]]s.<ref name=Asfalto>[http://www.etg.ufmg.br/ensino/transportes/disciplinas/etg033/turmaa/tb15.pdf Materiais Betuminosos]</ref><ref>[http://www.infoescola.com/quimica/asfalto/ Asfalto]</ref>
 
Existem vários tipos de asfalto:
* A Emulsão Asfáltica (Ex. RR-2C, RM-1C); entre outros.
 
Dentro da [[engenharia]] rodoviária, cada tipo de asfalto se destina a um fim. Por exemplo: o ADP é utilizado para a imprimação (impermeabilização) da base dos [[pavimento]]s. Por outro lado, o CAP e as [[Emulsão|emulsões]] asfálticas são constituintes das camadas de rolamento das [[rodovia]]s, de maneira que o CAP entra como constituinte dos revestimentos asfálticos de alto padrão como o [[CBUQ]] - Concreto Betuminoso Usinado a Quente - ao passo que as emulsões asfálticas são constituintes dos revestimentos de médio e baixo padrão, como os pré-misturados a frio e a quente (PMF e PMQ) e os tratamentos superficiais, as lamas asfálticas e microasfalto.<ref>[http://www.ufjf.br/pavimentacao/files/2011/08/Pavimenta%C3%A7%C3%A3o-Asf%C3%A1ltica-cap4.pdf PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA]</ref>
 
Cabe ressaltar que a adoção de um revestimento de alto, médio ou baixo padrão leva em conta aspectos como: número e tipo de [[veículo]]s pesados que transitam/transitarão na rodovia; vida útil adotada para o pavimento; disponibilidade de material; composição das camadas inferiores do pavimento, entre outros.
 
== História ==
Os primeiros registros são de [[Quarto milénio a.C.|3000 a.C.]], quando ele era usado para conter vazamentos de águas em reservatórios, já passando pouco depois a pavimentar estradas no [[Oriente Médio]]. Nesta época, ele não era extraído do [[petróleo]], mas sim feito com [[piche]] retirado de lagos pastosos. A partir de 1909 iniciou-se o emprego de asfalto deriva do petróleo, pois sua pureza e viabilidade econômica, em relação aos asfaltos naturais, constitui a principal meio de produção de asfalto.<ref name=Asfalto />
 
==Aplicação==
 
Embora em larga utilização no [[Brasil]], o asfalto como solução para as [[rodovia]]s em regiões tropicais não é ideal, devido ao intenso intemperismo destas regiões. Rodovias com superfície de [[concreto]] são mais resistentes às intensas variações diurnas de temperatura e umidade características do [[clima tropical]].<ref name=Asfalto />
 
==Ver também==
{{referências}}
 
{{Portal-química}}
{{Portal3|Química}}
{{DEFAULTSORT:Asfalto}}
{{esboço-química}}
[[Categoria:Petróleo]]
[[Categoria:Construção]]
Utilizador anónimo