Diferenças entre edições de "Reguengo"

279 bytes adicionados ,  22h13min de 2 de setembro de 2014
etimologia
({{ver desambiguação}})
(etimologia)
{{ver desambiguação}}
'''Reguengo''' ou '''realengo''' (do [[latim tardio]] ''regalengu'') era a qualificação [[jurisdicional]] que possuíam os [[lugar]]es dependentes diretamente da autoridade do [[rei]], ou seja, terras cujo [[senhor feudal|senhor]] era o próprio rei. É uma figura típica do [[Antigo Regime]] em [[Portugal]] e [[Espanha]]. Situações semelhantes ocorrem em toda [[Europa Ocidental]]. As terras sob o regime do reguengo era chamadas ''terras reguengueiras''<ref>[http://houaiss.uol.com.br/busca?palavra=reguengo Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa: verbete "reguengo"]</ref><ref>[http://www.infopedia.pt/$reguengo;jsessionid=wpKMlPho7xMOggSzX3V+gQ__ Infopédia: reguengo]</ref>.
 
A extinção dos reguengos deve-se sobretudo às [[lei]]s de [[Mouzinho da Silveira]] em [[1834]]. Os reguengos pertenciam ao [[rei]] e para seu usufruto era necessário pagar-lhe direitos e foros. Eram obtidos por presúria, leia-se a ocupação de um território deixado vago pela expulsão dos [[muçulmano]]s, e com o tempo viram-se reduzidos devidos a grandes doações ao [[clero]] e à [[nobreza]].
 
{{referências}}
[[categoria:História de Portugal]]
[[categoria:História da Espanha]]
127 031

edições