Diferenças entre edições de "Terceira Epístola aos Coríntios"

15 bytes adicionados ,  17h38min de 5 de setembro de 2014
m
Substitui o adjetivo "católico" por "da Igreja". Compreendo que os pais da Igreja utilizam esse termo, mas o público leigo pode se precipitar fazendo uma ligação direta com a ICAR.
m (adicionou Categoria:Corinto romana usando HotCat)
m (Substitui o adjetivo "católico" por "da Igreja". Compreendo que os pais da Igreja utilizam esse termo, mas o público leigo pode se precipitar fazendo uma ligação direta com a ICAR.)
A '''Terceira Epístola aos Coríntios''' é um texto [[pseudepígrafo]] do [[apóstolo]] [[Paulo de Tarso|Paulo]]. É uma das partes dos [[Atos de Paulo]] e foi concebido como sendo uma resposta dele à ''[[Epístola dos Coríntios a Paulo]]''. A versão sobrevivente mais antiga é a do [[Papiro de Bodmer]] X.
 
Sua criação foi obviamente sugerida pela carta perdida de Paulo citada em {{citar bíblia|livro=I Coríntios |capítulo=5|verso=9}} e {{citar bíblia|livro=I Coríntios |capítulo=7|verso=1}}. Ela foi composta por um [[presbítero]] da [[católicoIgreja cristã|Igreja]] em aproximadamente 160-170 dC e é um ataque disfarçado a alguns erros principais do [[Gnosticismo]]. Esta correspondência sempre teve circulação independente, mas recentemente se provou que o documento foi incorporado nos [[Atos de Paulo]].<ref name = "Enc">{{1913CE|Catholic Encyclopedia (1913)/Apocrypha}}, seção 5 (''"APOCRYPHAL EPISTLES"'')</ref>
 
== Relação com o Cânon ==
11

edições