Diferenças entre edições de "Gato-bravo"

195 bytes removidos ,  16h52min de 6 de setembro de 2014
m
Foram revertidas as edições de 200.232.245.28 para a última revisão de Fulviusbsas, de 01h43min de 21 de agosto de 2014 (UTC)
(→‎Alimentação: Comportamento)
m (Foram revertidas as edições de 200.232.245.28 para a última revisão de Fulviusbsas, de 01h43min de 21 de agosto de 2014 (UTC))
 
== Comportamento ==
É um animal tímido e esquivo, de hábitos nocturnos e difícil de observar na natureza. Como quase todos os felinos, o gato-bravo é um animal solitário.
O gato-bravo (''Felis silvestris'') conhecido também de gato-selvagem-montês tem costumes semelhantes a do seu primo escocês, é considerado um animal solitário e de hábitos noturnos por obter uma ótima visão no escuro. Mas devido as mudanças climáticas ele passa o seu tempo durante o dia explorando seu território. Como todos os gatos eles marcam os troncos das árvores travando suas garras e demarcando o território com urinas, assim avisando seus concorrentes que ali já tem dono. O gato-bravo são animais tímidos e poucos vistos na natureza devido a caça ilegal. São ótimos escaladores de árvores e passa o maior tempo em cima delas. Na natureza necessita de uma vasta área territorial de aproximadamente de 10-12 km² de terreno selvagem para sua sobrevivência se adapta facilmente em climas quentes e frios.
 
Cada animal controla um território que defende tenazmente de invasores. Machos e fêmeas procuram-se apenas na época do acasalamento, no final do inverno boreal. Os territórios podem ter entre 0.6 e 3,5 km², ainda que em Portugal os territórios tendem a ser maiores, alcançando 10–12 km².
 
Os gatos-bravos tem excelentes sentidos: [[audição]], [[olfato]] e [[visão]]. São também grandes trepadores, passando grande parte do tempo sobre os ramos das árvores.
 
[[Ficheiro:Divja macka.JPG|thumb|direita|250px|Gato-bravo.]]
11 528

edições