Abrir menu principal

Alterações

6 bytes removidos ,  07h09min de 15 de setembro de 2014
sem resumo de edição
Graças a um dos seus primos que frequentara a corte imperial, Severo deixou Léptis Magna e foi a Roma com 18 anos de idade. Ali serviu em numerosos postos civis e militares. Foi eleito questor em Roma em [[169]], degrau necessário para a posterior participação no [[Senado romano|senado]], e serviu como questor provincial na [[Córsega e Sardenha|Sardenha]] ([[171]]), região insular da Itália no [[Mediterrâneo]] Ocidental, a 200 quilômetros da [[península Itálica]].
 
Nomeado [[legado]] em [[173]], cargo de emissário ou oficial do estado-maior, do procônsul na África, [[Gaio Septímio Severo]], voltou a Léptis Magna e casou-se ([[176]]) com PacciaPácia Marciana, que morreu sem ter filhos, poucos anos depois. Tornou-se pretor ([[177]]), comandante de legião na [[Síria (província romana)|Síria]] ([[180]]-[[182]]) e foi nomeado governador da [[Gália Lugdunense]] em [[184]], antiga região da Europa que compreendia a atual [[França]], parte do território [[Bélgica|belga]] e oeste da [[Alemanha]]. Viúvo, casou-se ([[187]]) com [[Julia Domna]], membro de importante família de sacerdotes de Emesa, na Síria, com a qual teve os filhos [[Caracala]] ([[188]]) e [[Geta]] ([[189]]).
 
Durante o reinado de [[Cómodo|Cômodo]], desempenhou brilhantemente a sua carreira senatorial, e foi destinado durante uma época para a Gália Lugdunense, onde nasceram os seus dois filhos varões.
 
Graças ao apoio do [[prefeito do pretório|''praefectus''prefeito]] da [[guarda pretoriana]], [[Emílio Laeto]], obteve o posto de [[legado (Roma)|''legatus'']] da [[administração provincial romana|província]] da [[Panônia|Panônia Superior]], na qual lhe foi dado o comando de três [[legião romana|legiões]] para defender a fronteira.
 
=== Luta pelo trono: O ano dos cinco imperadores ===