Diferenças entre edições de "Embraer EMB 120"

79 bytes adicionados ,  03h34min de 18 de setembro de 2014
sem resumo de edição
 
Na década de 1980, a então EMBRAER já incluía no projeto e na fabricação do Brasilia uma surpreendente variedade e quantidade de partes em [[material composto]], utilizadas na montagem da aeronave, como partes integrantes da aeronave. Porém, as partes principais que formam a estrutura da aeronave (fuselagem, asas e empenagem) sempre foram construídas em [[alumínio]] e [[Ligas metálicas|ligas metálicas]].
[[File:Embraer 120 Cockpit.jpg|thumb|260x260px|Cabine de comando do EMB-120]]
 
O Brasilia foi fabricado inicialmente com os motores ''Pratt & Whitney PW115'' com 1.500 shp de potência e, posteriormente, passou a ser fabricado com os motores mais potentes ''Pratt & Whitney PW118'', com {{fmtn|1500}} shp de potência, dotados de hélices quadripás da marca ''Hamilton Standard''. A versão aprimorada do Brasilia, com motores mais potentes, tem velocidade de cruzeiro de aproximadamente 550 km / h e alcance de aproximadamente {{fmtn|1500}} km. Homologado com sistemas de degelo ''boots'' por várias autoridades aeronáuticas.
Utilizador anónimo