Abrir menu principal

Alterações

Sem alteração do tamanho, 10h27min de 2 de outubro de 2014
m
Foram revertidas as edições de 177.68.170.152 para a última revisão de Legobot, de 12h12min de 15 de março de 2013 (UTC)
Em [[Ecologia]], um '''biótopo''' ou '''ecótopo''' (do [[língua grega|grego]] ''βιος'' - ''bios'' = vida + ''τόπoς'' = lugar, ou seja, lugar onde se encontra [[vida]]) é uma região que apresenta regularidade nas condições ambientais e nas [[população|populações]] [[animal|animais]] e [[vegetal|vegetais]].<ref>[http://www.aprh.pt/rgci/glossario/biotopo.html Definição de biótopo]</ref> Corresponde à menor parcela de um [[habitat]] que é possível discernir geograficamente.
 
Para viver, a [[biocenose]] depende de fatores físicos e químicos do [[meio ambiente]]. No exemplo de umaduma [[floresta]], o biótopo é a área que contém um tipo de [[solo]] (com quantidades típicas de [[mineral|minerais]] e [[água]]) e é afetada por um determinado [[clima]] ([[umidade]], [[temperatura]], grau de [[luminosidade]] e outros fatores). Os [[fatores abióticos]] dum biótopo afetam diretamente a biocenose, e também são por ela influenciados. O desenvolvimento de uma floresta, por exemplo, modifica a umidade do ar e a temperatura de uma região.
 
Abaixo duas tabelas que exemplificam como alguns dos principais fatores abióticos variam em cada um dos biótopos e [[clatoma]]s mais comuns.