Petar Živković: diferenças entre revisões

4 bytes adicionados ,  19h13min de 4 de outubro de 2014
sem resumo de edição
(nova página: miniaturadaimagem '''Petar Živković''' (alfabeto cirílico: Петар Живковић; 1 de janeiro de 1879 - 3 de fevereiro de 194...)
 
 
== Biografia ==
Petar Živković nasceu em [[Negotin]], [[Principado da Sérvia]] (atual [[Bor (distrito da Sérvia)|Distrito de Bor]], [[Sérvia]]) em [[1879]]. Soldado da corte sérvia, ajudou a [[Golpe de Maio (Sérvia)|derrubar]] a [[Casa de Obrenović]], com o assassinato do [[Alexandre I da Sérvia|Rei Aleksandar Obrenović]]. Mais tarde, se tornou um membro da [[Mão Branca]], que se opôs ao nacionalismo sérvio da [[Mão Negra]].<ref name="britannica" /> Em [[1921]], [[Alexandre I da Iugoslávia]] nomeou Živković comandante dos guardas do palácio; em [[1929]], foi nomeado primeiro-ministro.<ref name="britannica" />
 
Živković ocupou o cargo como membro dos Camponeses Democratas Radicais Iugoslavos ou JRSD, que logo foi o único partido legal na Iugoslávia, devido às suas "reformas eleitorais".<ref name="britannica" /> Renunciou ao cargo de primeiro-ministro em [[1932]], e logo depois fundou o [[Partido Nacional Iugoslavo]], tornando-se seu presidente em [[1936]].<ref name="britannica" />
 
Enquanto isso, Alexandre I [[Assassinatos de Marselha em 1934|foi assassinado]], em [[1934]]; seu primo [[Paulo da Iugoslávia|Pavle Karađorđević]] tomou posse como regente para [[Pedro II da Iugoslávia|Petar II]], que possuía onze anos de idade. Após a assinatura do [[Pacto Tripartite]] em [[1941]] por Pavle, Živković deixou a Iugoslávia, antes da [[Invasão da Iugoslávia|invasão nazista]].<ref name="britannica" /> Ele tornaria-se parte do governo iugoslavo no exílio.<ref name="britannica">{{citar web|URL=http://www.britannica.com/EBchecked/topic/657610/Petar-Zivkovic|título="Zivkovic, Petar."|autor=|data=|publicado=[[Encyclopædia Britannica]] Premium Service.|acessodata=}}</ref></ref>
 
Em [[1946]], seria julgado à revelia na Iugoslávia e condenado à morte. Permaneceu em exílio na [[França]], morrendo em [[Paris]] em [[1947]], aos 68 anos.
48 280

edições