Diferenças entre edições de "Problema da parada"

1 byte adicionado ,  21h08min de 14 de outubro de 2014
m
Correção de ortográfia
(→‎Histórico do problema da parada: a palavra em questão estava faltando um caractere "natual" <> "natural")
m (Correção de ortográfia)
* 1937 - O artigo de [[Alan Turing]] ''"On Computable Numbers With an Application to the Entscheidungsproblem"'' foi impresso (reimpresso em Davis, 1965, p. 115).
* 1939 – [[J. Barkley Rosser]] observa a equivalência essencial do "método eficaz" definido por Gödel, Church e Turing (Rosser em Davis, 1965, p. 273, "Informal Exposition of Proofs of Gödel's Theorem and Church's Theorem").
* 1943 - Em um artigo, [[Stephen Kleene]] afirma que "Na criação de uma teoria completa e algoritmicaalgorítmica, o que fazemos é descrever um procedimento ... qual o procedimento necessariamente termina, e de modo que a partir do resultado podemos ler uma resposta definitiva, 'Sim' ou 'Não' à pergunta, 'É o valor do predicado verdade?'".
* 1952 - Kleene (1952) Capítulo XIII ("funções computáveis​​") inclui uma discussão sobre a indecidibilidade do problema da parada para máquinas de Turing e reformula em termos de máquinas que "eventualmente param", ou seja: "... não há algoritmo para decidir se alguma determinada máquina, quando iniciada a partir de qualquer situação, ''eventualmente '''para'''''" (Kleene (1952) p.382).
* 1952 - "Davis [Martin Davis] pensa que é provável que ele tenha usado pela primeira vez o termo 'problema da parada' em uma série de palestras que ele deu no Laboratório de Sistemas de Controle da Universidade de Illinois em 1952 (carta de Davis para Copeland, 12 de dezembro de 2001.)" (nota de rodapé 61 em Copeland (2004) pp.40ff).
186 462

edições