Diferenças entre edições de "Vírus varicela-zoster"

918 bytes adicionados ,  23h18min de 23 de outubro de 2014
sem resumo de edição
m
 
O vírus infecta os nervos, e causa uma grande variedade de sintomas. Após a infecção primária (varicela), o vírus entra em estado dormente nos nervos, incluindo os nervos gânglios cranianos, gânglios da raiz dorsal e gânglios autonômicos. Muitos anos depois que o paciente se recupera da catapora, o VVZ pode ser reativado causando uma série de condições neurológicas.<ref>{{citar web |url=http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/17682626 |título=The protean neurologic manifestations of varicella-zoster virus infection |acessodata=23 de outubro de 2014 |autor= |coautores= |data= |ano=2007 |mes=Julho de |formato= |obra= |publicado=Cleveland Clinic Journal of Medicine |páginas= |língua= |língua2=en |língua3= |lang= |citação= }}</ref>
 
== Doença humana ==
{{Artigo principal|Varicela}}
Os resultados primários da infecção pelo Vírus Varicela Zoster em varicela, que podem resultar em complicações, incluindo [[encefalite]] ou [[pneumonia]] (ou [[pneumonia viral]] direta ou [[pneumonia bacteriana]] secundária). Mesmo quando os sintomas clínicos de varicela tem resolvido, o VVZ permanece dormente no [[sistema nervoso]] da pessoa infectada (latência do vírus), no [[gânglio da raiz dorsal]] e [[Nervo trigêmeo|trigeminal]].<ref>{{Citar periódico |autor=Steiner I |coautores=Kennedy PG; Pachner AR |data= |ano=2007 |mes= |titulo=The neurotropic herpes viruses: herpes simplex and varicella-zoster |jornal=Lancet Neurol |volume=6 |numero=11 |paginas=1015–28 |editora= |local= |issn= |pmid=17945155 |doi=10.1016/S1474-4422(07)70267-3 |bibcode= |oclc= |id= |url= |lingua2= |lingua3= |idioma= |formato= |acessadoem= |aspas= |notas= }}</ref>
 
{{Referências}}
126 271

edições