Diferenças entre edições de "Bath"

3 571 bytes adicionados ,  22h37min de 7 de novembro de 2014
Historia medieval
(Historia medieval)
 
As moedas, que, acredita-se, são do século 3, foram encontradas a cerca de 137 m das termas romanas.
 
Conjetura-se que Bath tenha sido o local da Batalha de Monte Badon por volta de 500 DC, da qual diz-se que o Rei Arthur derrotou os anglo-saxões. [19] A cidade foi tomada pelos saxões ocidentais em 577, depois da Batalha de Durham. [20] [20] O poema anglo-saxão The Ruin (A Ruína), provavelmente descreve a aparência do território romano na época. [21] Inicialmente, havia um rmosteiro supostamente fundado por São Davi, porém é mais provável que tenha sido fundado no ano de 675 por Osric, o rei dos Hwicce, [22] que provavelmente usou a murada como limite de seu domínio. [23] [24] Um historiador do século 9, chamado Nennius, menciona um "lago quente" na terra dos Hwicce ao longo do Rio Severn, e acrescenta: "É cercado por um muro feito de tijolo e pedra, e os homens podem ir lá para tomar banho à qualquer hora, podendo escolher o tipo de banho que gostam, frio ou quente, como preferirem". Beda descreve termas quentes na introdução geográfica à História Eclesiástica em termos muito semelhantes aos de Nennius. [25] O rei Offa de Mércia tomou posse do mosteiro em 781 e reconstruiu a igreja que foi dedicada a São Pedro. [26]
 
 
Pós Romano e Medieval
 
Mapa da Cidade de Bath, publicado em 1610 por John Speed 
 
Por volta do século 9, o antigo padrão de rua romana já não existia mais, e Bath pertencia à coroa real. O rei Alfredo, o Grande redesenhou a cidade deixando o quadrante sudeste como local da Abadia. [27] No Burghal Hidage, descreve Bath como uma cidade que possui muros de 1.375 jardas (1.257m), e mil homens para sua defesa. [28] Durante o reinado de Eduardo, o Velho, moedas foram cunhadas com base num design de Winchestermint, porém com a inscrição "BAD" no verso, relativa ao nome anglo-saxão para a cidade, Baðum, Baðan ou Baðon, que significa "nos banhos" [29], esta é a origem do nome atual. Edgar da Inglaterra foi coroado rei na Abadia de Bath em 973. [30]
 
William Rufus concedeu a cidade para um médico real, John of Tours, que se tornou Bispo de Wells e Abade de Bath, [31] [32] após o saque da cidade durante a Rebelião de 1088. [33] A política papal determinava o deslocamento de bispos para sedes em locais mais urbanos, e ele transferiu a sua própria sede de Wells para Bath. [34] John of Tours planejou e construiu uma catedral muito maior, à qual foi anexado um convento com o palácio episcopal ao lado. [31] Novas termas foram construídas em torno das três nascentes. Mais tarde, os bispos retornaram a sede episcopal para Wells, porém mantiveram o nome de Bath no título “Bispo de Bath e Wells”. O Hospital Saint John’s foi fundado por volta de 1180, pelo bispo Reginald Fitz Jocelin e está entre os asilos para indigentes mais antigos da Inglaterra. [35] O "hospital das termas” foi construído ao lado das águas termais de Cross Bath, devido às suas propriedades curativas e para servir de abrigo para os pobres e enfermos. [36]
 
<nowiki>*</nowiki>O Hundreds era o sistema administrativo vigente na época. O Bath Hundred teve vários nomes, incluindo o Hundred de Le Buri. O Bath Foreign Hundred ou Forinsecum englobava a área fora da cidade e posteriormente foi incorporado ao Bath Forum Hundred. Comerciantes ricos não tinham voz dentro dos tribunais do hundred, portanto formaram associações para ganhar influência. Provavelmente no século treze eles construíram a primeira prefeitura, e por volta do ano 1200, foi nomeado o primeiro prefeito da cidade. [37]
 
<nowiki>*</nowiki>Divisão geográfica anteriormente utilizada na Inglaterra e outros países.
 
 
11

edições