Diferenças entre edições de "Zambi"

11 bytes adicionados ,  20h11min de 15 de novembro de 2014
Corrigi erro de ortografia.
(Adicionei informação.)
(Corrigi erro de ortografia.)
| rodapé-estilo = height: 0,3em; background-color: silver;
}}
'''Nzambi''', '''Zambi''', '''Nzambi Mpungu''', '''Zambiapongo''', '''Zambiampungu''', '''Zambuipombo''', '''Zambe-o-pombo''', '''Zambiapungo''', '''Zamiapombo''', '''Zamuripongo''' ou '''Zâmbi''' é o [[Divindade|deus]] supremo e criador nos [[Candomblé bantu|candomblés bantos]]. É equivalente ao deus [[Olorun|Olorum]] do [[Candomblé Ketu|candomblé queto]]. É [[Sincretismo|sincretizado]] com o [[Senhor do Bonfim]].<ref>FERREIRA, A. B. H. ''Novo dicionário da língua portuguesa''. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 1 802.</ref>
== Descrição ==
Para os [[bantos]], acima de tudo está Nzambi Mpungu,<ref>[http://www.ritosdeangola.com.br/page.php?118 Nzambi para os Bantos]</ref> deus criador de todas as coisas. Alguns povos bantos chamam Deus de '''Sukula''', outros de '''Kalunga'''<ref>[http://diamang.com/diamang/Lunda/historia/nzambi.htm#(1)_c Nzambi Deus supremo da mitologia tchokwe, Angola.]</ref> e outros nomes.
 
O culto a Nzambi não tem forma nem [[altar]] próprio. Só em situações extremas se invoca Nzambi, geralmente fora das aldeias, em beira de rios, embaixo de árvores, ao redor de fogueiras. Não tem representação física, pois os [[bantos]] o concebem como o incriado: representá-lo seria um [[sacrilégio]], uma vez que ele não tem forma. No final de todo ritual, Nzambi é louvado, pois Nzambi é o princípio e o fim de tudo.
 
{{Referências}}