Diferenças entre edições de "Frei Cipriano da Cruz"

83 bytes adicionados ,  12h07min de 17 de novembro de 2014
m
sem resumo de edição
m
m
|nascimento_local = [[Braga]]
|morte_data = {{morte|||1716|||1650}}
|morte_local = [[Mire de Tibães]]
|nacionalidade = {{PRTb}} [[Portugal|portuguesa]]
|área = Escultura
'''Manuel de Sousa''', depois apelidado de '''Frei Cipriano da Cruz''' ([[Braga]], c. 1650 — [[Mire de Tibães]], 1716) foi um monge [[Ordem de São Bento|beneditino]] e [[Escultura|escultor]] [[Portugueses|português]].
 
Em 1676 ingressou no [[Mosteiro de Tibães]], [[Ordem de São Bento]]; foi ai que morreu, após uma vida dedicada à produção de imagens em barro, pedra e madeira. Foi um dos escultores mais importantes da sua época. Na sua obra destaque-se, por exemplo, a Imagem de Santa Catarina ([[Capela de São Miguel (Coimbra)|Capela de São Miguel]], [[Paço das Escolas]], [[Universidade de Coimbra]]), e a notável [[Pietá]] (1685-1690), em madeira policromada, realizada para a Igreja do Colégio de S. Bento e hoje no [[Museu Nacional de Machado de Castro]].<ref>{{citar web|URL=Categoriahttps:Beneditinos//estudogeral.sib.uc.pt/bitstream/10316/14431/1/Frei%20Cipriano%20da%20Cruz.pdf|título=Frei Cipriano da Cruz, Imagem de Santa Catarina da Capela da Universidade de Coimbra|autor=Manuel Augusto Rodrigues|data=1980|publicado=Separata do Boletim do Arquivo da Universidade de Coimbra, vol. 4|acessodata=17-11-2014}}</ref><ref>Alcoforado, Ana – '''Museu Nacional Machado de Castro'''. Aveleda, Vila do Conde: QuidNovi, 2011, p. 42-43. ISBN 978-989-554-859-0</ref>
 
==Bibliografia==