Diferenças entre edições de "Erwin Schrödinger"

1 byte removido ,  18h48min de 17 de novembro de 2014
sem resumo de edição
'''Erwin Rudolf Josef Alexander Schrödinger''' (<small>pronúncia alemã</small> [[WP:AFI para alemão|ˈɛʁviːn ˈʃʁøːdɪŋgɐ]]) ([[Viena]]-Erdberg, {{dtlink|lang=pt|12|8|1887}} — Viena, {{dtlink|lang=pt|4|1|1961}}) foi um [[Física teórica|físico teórico]] [[Áustria|austríaco]], conhecido por suas contribuições à [[mecânica quântica]], especialmente a [[equação de Schrödinger]], pela qual recebeu o [[Nobel de Física]] em 1933. Propôs o [[experimento mental]] conhecido como ''[[Gato de Schrödinger|o Gato de Schrödinger]]'' e participou da 4ª, 5ª, 7ª e 8ª [[Conferência de Solvay]].
 
Deu ainda grande atenção aos aspectos filosóficos da ciência, bem como a conceitos filosóficos, à ética e às religiões orientais eocidentais antigas.{{harvRef|Heitler|1961|p=221-226}} Sobre sua visão religiosa, ele era [[Ateísmo|ateu]].<ref>Moore, Walter (1994). A Life of Erwin Schrödinger. Cambridge University Press. ISBN 978-0-521-46934-0. "Schopenhauer muitas vezes se chamava de ateu, assim como Schrodinger, e se Budismo e Vedanta podem ser verdadeiramente descritos como religiões ateísticas, tanto o filósofo quando o físico eram de fato ateus. Ambos rejeitavam a ideia de um "Deus pessoal," e Schopenhauer dizia que "panteísmo é apenas eufemismo para ateísmo."</ref>
 
== Biografia ==
Utilizador anónimo