Diferenças entre edições de "Epifania do Senhor"

7 bytes adicionados ,  00h05min de 22 de novembro de 2014
sem resumo de edição
A '''Epifania do Senhor''' (do [[Língua grega antiga|grego]]: ''Ἐπιφάνεια'', : "a aparição; um fenômeno miraculoso") é uma festa religiosa [[cristianismo|cristã]] que se celebrava no dia [[6 de janeiro]], ou seja, doze dias após o [[Natal]], porém, a partir da reforma do calendário litúrgico em [[1969]] passou a ser comemorada 2 domingos após o Natal.
 
A Epifania é relacionada ao momento da manifestação de [[Jesus Cristo]] como o enviado de Deus, quando o mesmo se auto-conclama filho do [[Deus|Criador]]. Na narração [[Bíblia|bíblica]] Jesus deu-se a conhecer a diferentes pessoas e em diferentes momentos, porém o mundo cristão celebra como Epifanias três eventos: a Epifania propriamente dita perante os [[Três Reis Magos|magos do oriente]] (como está relatado em {{citar bíblia|2|1|12}}) e que é celebrada no dia 6 de janeiro; a Epifania a [[João Baptista|João Batista]] no [[rio Jordão]] durante o [[Batismo de Jesus]]; e a Epifania a seus discípulos e início de sua vida pública com o [[Bodas de Caná|milagre de Caná]] quando começa o seu [[Ministério de Jesus|ministério]].
* A Epifania propriamente dita perante os [[Três Reis Magos|magos do oriente]] (como está relatado em {{citar bíblia|2|1|12}}) e que é celebrada no dia 6 de janeiro;
* A Epifania a [[João Baptista|João Batista]] no [[rio Jordão]] durante o [[Batismo de Jesus]];
* A Epifania a seus discípulos e início de sua vida pública com o [[Bodas de Caná|milagre de Caná]] quando começa o seu [[Ministério de Jesus|ministério]].
 
== Ver também ==