Fernando de Borbón e Battenberg: diferenças entre revisões

m
fmt refs
m (fmt refs)
{{Formatar referências|data=abril de 2011}}
 
{{Info/Monarca
| nome = Fernando
'''Fernando de Bourbon e Battenberg''' ([[21 de Maio]] de [[1910]]) foi filho do rei [[Afonso XIII de Espanha]] e da sua esposa, a rainha [[Vitória Eugénia de Battenberg|Vitória Eugénia]]. O menino nasceu morto no Palácio de Oriente após uma gravidez difícil de pouco mais de oito meses.
 
O menino, que nasceu sem vida, não foi baptizado nem pôde receber, portanto, o título de infante de Espanha. O seu pai, Afonso XIII, encontrava-se na altura fora de Espanha, a participar nas cerimónias fúnebres do tio da sua esposa, o rei [[Eduardo VII do Reino Unido]]. O corpo do menino, a quem se chamou de Fernando por desejo da mãe, permaneceu no Palácio Real até ao regresso do rei e posteriormente foi enterrado, sem honras, na Cripta Real do Mosteiro de [[El Escorial]], onde repousam actualmente.<ref>http://www.casadellibro.com/capitulos/8401379695.pdf</ref>
 
O jornal ''Gaceta de Madrid'' publicou o relatório médico após o enterro daquele que tinha sido o quarto varão nascido dos reis:
 
''Excelentíssimo senhor: O excelentíssimo senhor Decano dos Médicos da Câmara, comunicou-me neste dia o que lhe transmito: Excelentíssimo senhor, tenho o pêsame e a honra de comunicar a Vossa Excelência que a rainha, dona Vitória Eugénia deu à luz, às duas e meia da manhã de hoje, um infante morto no inicio deste mês, julgando pelos sinais exteriores do cadáver. Sua Majestade, a rainha, encontra-se em estado satisfatório. Palácio, 21 de Maio de 1910.''<ref>{{Citar web|url=http://roglo.eu/roglo?lang=en;i=294868|título=x x|publicado=roglo.eu|acessodata=23 de novembro de 2014}}</ref>
 
{{referências}}