Diferenças entre edições de "Curió"

2 698 bytes adicionados ,  15h34min de 25 de novembro de 2014
Classificação e introduzi a história do curió ana dias
m (Foram revertidas as edições de 177.205.195.170 para a última revisão de Antero de Quintal, de 13h50min de 28 de julho de 2014 (UTC))
(Classificação e introduzi a história do curió ana dias)
 
Pode ser encontrada nos seguintes países: [[Argentina]], [[Belize]], [[Bolívia]], [[Brasil]], [[Colômbia]], [[Costa Rica]], [[Equador]], [[Guiana Francesa]], [[Guatemala]], [[Guiana]], [[Honduras]], [[México]], [[Nicarágua]], [[Panamá]], [[Paraguai]], [[Peru]], [[Suriname]], [[Trinidad e Tobago]] e [[Venezuela]].
 
<em><strong>CLASSIFICAÇÃO TAXONÔMICA DOS CURIÓS</strong></em>
 
Ordem: Passeriformes 
Sub-ordem: Oscines 
Família: Emberizidae 
Sub-família: Emberizinae 
Gênero: Oryzoborus 
 
Dentro do gênero oryzoborus, segundo a classificação de James L. Peters, temos: 
Oryzoborus Angolensis Angolensis (Linnaeus, 1766) 
Oryzoborus Angolensis Torridus (Scopoli, 1769) 
Oryzoborus Angolensis Funereus (P. L. Sclater, 1859) 
 
<strong>ORYZOBORUS ANGOLENSIS ANGOLENSIS</strong>
Geralmente mede de 10 a 13 cm e seu peso é de cerca de 16 g. 
Distribuição original: Argentina, Bolívia, Paraguai e Brasil. 
Nome em inglês: Lesser Seed-Finch 
 
<strong>ORYZOBORUS ANGOLENSIS TORRIDUS </strong>
Suas medidas são: entre 12 e 13 cm. 
A cor do bico tende ao castanho escuro. As fêmeas possuem na parte superior a cor pardo-terroso e na inferior, pardo-camurça. Distribuição original: Venezuela, Colômbia, Guianas e norte do Brasil. Nome em inglês: North Amazonian Lesser Seed-Finch. 
 
<strong>ORYZOBORUS ANGOLENSIS FUNEREUS</strong>
Mede de 11 a 12 cm e seu peso aproximado é de 21 gramas. Seu bico é grosso e forma um ângulo reto na ponta. A grande maioria dos criadores desconhece a existência desse curió, que é TOTALMENTE PRETO. Isso mesmo: não possui o peito na cor vinho. Veja a rara foto de um desses curiós na página 94 deste livro. 
As fêmeas possuem a cor pardo-chocolate. Mais conhecido como curió do México, habita não só este país, como também a Colômbia, Nicarágua, Caribe, os Andes e as regiões limítrofes com o Brasil. Tenho conhecimento da existência de alguns espécies na regiáo dos índios Zoés, em Oriximirim, no Pará. Nome em inglês: Mexican Seed Finch ou Thick Billed Seed Finch.
 
<strong>CURIÓ ANA DIAS</strong>
 
Foi capturado na cidade de Ana Dias, município de Itariri no litoral sul de São Paulo, constando-se que foi o grande repetidor no seu canto original, e depois aprimorou-se as notas do canto Praia Grande e que seus ex-proprietários sempre zelaram pela sua preservação e, consequentemente, pelo seu maravilhoso canto. O curió Ana Dias, na sua voz característica de Praia Grande, cujo o som melodioso nos lembra os acordes de um violino, no seu perfeito canto classifica-se na modalidade de Superclássico. Aos pássaros já em cativeiro, foi autorizado o aninhamento pelo IBDF, conforme ofício ao delegado em São Paulo, sob nº260/77 PS, circular de 28/06/77. O inigualável curió, que emocionou aos amantes do canto Praia Grande na categoria Superclássico, pela perfeição do seu canto em melodia e harmonia, morreu em 22 de abril de 1987, aos 32 anos de idade, em propriedade do Sr. Walter Moretti (Jundiaí-SP).
 
==No Brasil ==
Utilizador anónimo