Diferenças entre edições de "Frederick Law Olmsted"

1 516 bytes adicionados ,  12h07min de 30 de novembro de 2014
Olmsted e a City Beatiful e o Progressismo.
(Frederick Law Olmsted e a Paisagem Americana.)
(Olmsted e a City Beatiful e o Progressismo.)
{{DEFAULTSORT:Olmsted, Frederick Law}}
[[Categoria:Naturalistas dos Estados Unidos]]
Para compreendermos melhor a obra e o papel histórico de Olmsted, temos de contextualizar sua relação com o Movimento Cultural American Renaissence. A luta pela independência América do Norte, teve uma relação traumática com as origens Anglo-saxônicas em função da longa luta que dorou até 1812. Assim era necessário criar uma nova identidade cultural e de imaginário. A Natureza passa ser o elemento inspirador, as Pradarias, os desertos do Arizona e Colorado, os Montes Apalaches. Neste movimento surge o primeiro grande projeto baseado na paisagem os cemitérios parque, que vão ser um elemento importante na discussão da paisagem. Funde-se o conceito de natureza com a função urbana moderna. Frederick OlmstdOlmsted vai colocar a natureza a criação dos primeiros Parques Nacionais inspirados nos elementos da paisagem como o famoso Grande Canyon Yellowstone. Olmsted vai defender que a natureza entre e organize a cidade através dos sistema de Parques urbanos como Central Park em Nova York e no sistema de parques em Boston que é um exemplo desta concepção. La Ciudad Americana. Gustavo Gili editora. 1972. Marino Dal Co, Maximo Cacciari e Manfredo Tafuri.
A definição para urbanismo nos EUA assume Landscap Urbanism, em função desta formação relacionada com o American Renaissence, que mais que um movimento literário foi um movimento cultural que vai estabelecer está relação com a paisagem americana.
Ao estudarmos a formação do Urbanismo nos EUA, tem uma relação com está forma de apropriação resultante da importância do natureza na conquista e na formação da Nação, a relação com a natureza que tem uma diferença em relação ao Hemisfério Sul do Continente. Esta Natureza vai ser o ponto de concepção no Desenho da Cidade da América do Norte, o Cemitério Norte-Americano vai ser o primeiro projeto urbano que vai transformar concepção em Projeto construído. A inspiração vem dos Cemitérios feitos pelos primeiros colonizadores com poucas intervenções no Alto das Colinas. O crescimento da Sociedade e da Economia pós-Guerra Civil vai provocar um Boom econômico e que provoca a consolidação da ocupação do território com o fechamento do ciclo Marcha para o Oeste com a conquista do Noroeste na região de Seattle. As cidades passam a crescer no Noroeste e o Centro é a Cidade de Chicago na Região dos Grandes lagos. Neste momento as intervenções começam a seguir as concepções elaboradas por Olmsted, este momento vai aparecer com a conciliação entre as Edificações que começam a ditar a Selva Urbana das novas metrópoles e esta conciliação será na retomada do Landscape que vai procurar estabelecer a relação entre os espaços construídos e os espaços dos parques urbanos como elementos de estruturação do crescimento espontâneo.Dimensão do Urbanismo Moderno no Brasil: A Gênese Conservadora. tese de doutorado.FAU-USP, 2002.Quinto jr, Luiz de Pinedo.
Utilizador anónimo