Diferenças entre edições de "Abolhassan Bani-Sadr"

1 byte removido ,  00h28min de 7 de dezembro de 2014
ajustes.
m (A migrar 29 interwikis, agora providenciados por Wikidata em d:q273866)
(ajustes.)
Na opinião do Banisadr seu impeachment foi um golpe-de-estado contra a democracia no Irão. A fim de resolver as diferenças políticas no país Banisadr pediu um [[referendo]]. Depois Ayatollah [[Khomeini]] fez um discurso, no qual ele disse que "se 36 milhões de pessoas dizem que sim, eu posso dizer não". A fim de dar uma frente legal para a sua remoção da presidência, o aiatolá Khomeini primeiro tentou obter o poder judiciário para removê-lo. Uma vez que eles não cooperaram, ele ordenou que o parlamento removêsse. O parlamento, que, no máximo, representavam cerca de 25% do povo do Irã, sendo que este foi eleito com fraude em muitas das cidades.
 
== Fuga eoe exílio ==
[[File:Abolhassan Banisadr Hamburg Conference 10.jpg|thumb|left|Banisadr falando sobre sua presidência em 2010]]
<!-- TRADUZIR DIREITO