Abrir menu principal

Alterações

Sem alteração do tamanho, 22h57min de 16 de dezembro de 2014
m
 
Após a morte do primeiro-ministro estalinista [[Bolesław Bierut]] em 1956, seguiu-se um breve período de desestalinização, que aumentou a esperança do povo nas reformas. Em Junho desse ano, ergueu-se uma insurreição em [[Poznań]]. Os trabalhadores protestavam contra a escassez de comida e de bens de consumo, as casas de fraca qualidade, a redução do salário real e das exportações para a [[União Soviética]] e a fraca gestão da economia. O governo polaco respondeu apelidando os manifestantes de ''"provocadores, contra-revolucionários e agentes do imperialismo"''. As forças de segurança mataram e feriram inúmeros manifestantes. Não demorou muito tempo até que a hierarquia do partido se apercebesse que os protestos tinham acordado sentimentos nacionalistas e depressa inverteram a sua opinião. Os manifestantes tornaram-se então "trabalhadores honestos, com reivindicações legítimas". Os salários foram aumentados em 50% e foram prometidas mudanças económicas e políticas<ref>Rothschild and Wingfield: ''Return to Diversity, A Political History of East Central Europe Since World War II'' OUP 2000</ref><ref name=swiatlo>{{citar web | autor=Harriman Institute|publicado=Columbia University, New York City | titulo=The defection of Jozef Swiatlo and the Search for Jewish Scapegoats in the Polish United Workers' Party, 1953-1954 | data=1999 | url=http://web.archive.org/web/20130523084706/http://www.ciaonet.org/olj/int/int_0302c.pdf |língua=inglês | acessodata=14 de fevereiro de 2013}}</ref>
[[File:Bundesarchiv Bild 183-F0417-0001-011, Berlin, VII. SED-Parteitag, Eröffnung.jpg|left|thumb|Gomułka com [[Leonid Brezhnev]] na [[Alemanha Oriental]]]]
 
Edward Ochab, o primeiro-ministro polaco da altura, convidou o então recém-reabilitado Gomułka para o cargo de primeiro secretário do partido. Gomułka reivindicou poderes reais para poder levar a cabo reformas. Uma das suas exigências foi o afastamento do marechal soviético [[Konstantin Rokossovsky|Konstantin Konstantinovich Rokossovsky]] – que ordenara o envio de tropas contra os trabalhadores de Poznań – do politburo polaco e do ministério da defesa, exigência com a qual Ochab concordou.
 
56

edições