Diferenças entre edições de "Ordem (sacramento)"

45 bytes adicionados ,  00h54min de 21 de dezembro de 2014
Não foi na Última Ceia....
(Não foi na Última Ceia....)
Por divina instituição, pelo sacramento da Ordem, alguns dentre os fiéis, pelo carácter indelével com que são assinalados, são constituídos ministros sagrados, isto é, são consagrados e delegados a fim de que, personificando Cristo, cada qual no seu respectivo grau, apascentem o povo de [[Deus]], desempenhando o ''munus'' de ensinar, santificar e governar (cf. [[Direito Canónico]]: Cânon 1008). Na [[Igreja Católica]], somente um [[homem|varão]] baptizado pode receber validamente a ordenação sagrada.
 
A ''Ordem'' é verdadeiro sacramento da ''"Nova Lei''" (veja "[[Ligar e Desligar (conceito religioso)|Ligar e Desligar]]"), instituído por [[Jesus Cristo]], na sua última ceia ({{citar bíblia|Lucas|22|19}}; {{citar bíblia|Mateus|16|19}}; {{citar bíblia|Mateus|18|18}}; {{citar bíblia|João|15|16}} e {{citar bíblia|João|20|21|23}}).
 
== Nome do Sacramento ==