Abrir menu principal

Alterações

711 bytes adicionados ,  17h53min de 28 de dezembro de 2014
sem resumo de edição
Após a decomposição do [[Califado de Córdoba]] em 1035, tornou-se capital do [[Taifa de Toledo]].
A [[25 de maio]] de [[1085]], [[Afonso VI de Leão e Castela|Afonso VI de Castela]] reocupou Toledo e estabeleceu controle direto sobre a cidade majoritariamente cristã nativa que havia se rebelado contra o governo islâmico. Este foi o primeiro passo concreto do [[reino de Leão e Castela]] na chamada [[Reconquista]]. Toledo também passou a ser a capital do [[Reino de Castela]] para enfrentar melhor os sarracenos oriundos do norte de Africa e extremo sul da Península, substituindo [[Burgos]] que até então era capital dês de 1031.
 
Entre 1085 e 1100, a população de Toledo se tornou [[Homogeneidade|homogênea]] etnicamente e culturalmente, antes, cerca de 5% da população toledana era composto de muçulmanos e judeus. As populações indígenas de religião cristã e [[Paganismo|pagã]] foram bastante maltratadas pelo governo islâmico, com impostos abusivos, tentativas de conversão forçada, [[servidão]] (em alguns casos [[escravidão]]), e privilegiando muçulmanos e judeus, mas quando [[Castela]] reconquistou a região, esses dois grupos passaram a ser perseguidos. Por volta do ano 1300, um grupo de judeus chegaram a cidade, mas foram expulsos novamente em 1492.
 
Toledo era famosa por sua produção de [[aço]], especialmente espadas, e a cidade ainda é um centro de manufatura de facas e pequenas ferramentas de aço. Após [[Filipe II de Espanha]] mudar a [[corte]] de Toledo para [[Madrid]] em [[1561]], a cidade entrou em lento declínio, do qual nunca se recuperou.
[[Cervantes]] descreveu Toledo como a "glória da [[Espanha]]". A parte antiga da cidade está situada no topo de uma montanha, cercada em três lados por uma curva no rio [[Rio Tejo|Tejo]], e tem muitos sítios históricos, incluindo o [[Alcázar de Toledo|Alcázar]], a [[catedral de Toledo|catedral]] (a igreja primaz da Espanha), e o [[Zocodover]], seu mercado central. Do [[século V]] ao [[século XVI|XVI]] cerca de trinta [[sínodo]]s aconteceram em Toledo. O primeiro foi no [[400|ano 400]]. No sínodo de [[589]] o rei visigótico [[Recaredo]] declarou sua conversão; no sínodo de [[633]], conduzido pelo enciclopedista [[Isidoro de Sevilha]], decretou a uniformidade da [[liturgia]] em todo o reino visigótico e tomou medidas restritivas contra [[judeus]] batizados que recaíssem em sua antiga [[fé]]. O [[Terceiro Concílio de Constantinopla|concílio de 681]] assegurou ao arcebispo de Toledo a primazia no reino da Espanha. O último concílio que ocorreu em Toledo, entre 1582 e 1583, foi conduzido em detalhes por [[Filipe II de Espanha]].
 
ToledoA eraparte famosa[[século porXIV]], suaToledo tolerânciatinha religiosauma econsiderável possuíacomunidade grandes comunidades de judeus e muçulmanosjudia, até que eles [[Decreto de Alhambra|foram expulsos da Espanha]] em [[1492]]; por isto a cidade tem importantes monumentos religiosos, como a [[Sinagoga de Santa María la Blanca]], a [[sinagoga de El Tránsito]], e a [[mesquita de Cristo de la Luz]].
 
No [[século XIII]] Toledo era um importante centro cultural sob o domínio de [[Afonso X de Castela|Afonso X]], cuja alcunha era "''El Sabio''" ("O Sábio") por seu amor ao conhecimento. A escola de tradutores de Toledo tornou disponíveis grandes trabalhos acadêmicos e [[filosofia|filosóficos]] originalmente produzidos em árabe e [[hebraico]] (que eram originalmente do grego) ao traduzi-los para o [[latim]], disponibilizando pela primeira vez uma grande quantidade de conhecimentos para a Europa.
 
A catedral é notável por sua incorporação de luz, e nada é mais notável que as imagens por trás do altar, bastante altas, com figuras fantásticas em estuque, pinturas, peças em bronze, e múltiplas tonalidades de [[mármore]], uma obra-prima [[Idade Média|medieval]]. A cidade foi local de residência de [[El Greco]] no final de sua vida, e é tema de muitas de suas pinturas, incluindo ''[[O Enterro do Conde de Orgaz]]'', exibido na [[Igreja de Santo Tomé]]. É uma das três catedrais góticas (estilo francês) espanholas do século XIII, sede da Arquidiocese de Toledo, sendo considerada a obra magna desse estilo no país.
 
Nas artes culinárias, destacam-se as chamadas [[carcamusas]], que consistem em carne de porco estufada com tomate.<ref name=ht>http://www.loshotelesdetoledo.com/V05/paginas/publicas/pagina_contenido.aspx?pag=7345F997A3B32502</ref><ref name=vor>http://www.vorwerk.com/es/thermomix/html/recetas_thermomix,recipe,view,636,15,recipe-list_cat-6-15.html</ref>
214

edições