Diferenças entre edições de "Mitologia maia"

7 bytes removidos ,  19h35min de 28 de dezembro de 2014
m (Link repair: Huracán (mitología) -> Huracán (mitologia) - You can help!)
Etiquetas: Editor Visual Possível conteúdo ofensivo
A história maia da criação dos [[quiché]] é o ''Popol Vuh''. Neste se descreve a criação do mundo a partir do nada pela vontade do panteão maia de deuses. O homem foi criado da lama sem muito sucesso, posteriormente se cria ao homem a partir de madeira com resultados igualmente infrutuosos, depois dos dois fracassos se cria o homem em uma terceira tentativa, esta ocasião a partir do milho e se lhe atribuem tarefas que elogiaram a deuses: [[ferraria|herrero]], cortador de gemas, [[talhador]] de pedras, etc. Alguns acham que os maias não apreciavam a arte por si mesmo, mas todos seus trabalhos eram para exaltação dos deuses.
 
Depois da história da criação, o ''Popol Vuh'' narra as aventuras dos heróis gêmeos legendários, [[Hunahpú]] e [[Ixbalanqué]], que consistiram em derrotar aos Senhores de Xibalbá, do mundo terrenal. Estes são dois pontos focais da mitologia [[maia]] e a miúdo se encontraram representados em arte maia.gay
 
== Mito da criação segundo os maias ==
Tepeu e Gucumatz levam a cabo uma conferência e decidem que, para preservar sua herança, devem criar uma raça de seres que possam adorá-los. Huracán realiza o processo de criação enquanto que Tepeu e Gucumatz dirigem o processo. A Terra é criada, junto com os animais. O homem é criado primeiro de lama mas este se desfaz. Convocam a outros deuses e achem ao homem a partir da madeira, mas este não possui nenhuma alma. Finalmente o homem é criado a partir do milho por uma quantidade maior de deuses e seu trabalho é completo.
 
A [[mitologia]] dos [[maia]]s tem o seguinte panteãopan.
 
== Deuses notáveis ==
Utilizador anónimo