Diferenças entre edições de "Ábba"

52 bytes adicionados ,  11h37min de 10 de janeiro de 2015
(Fusão)
Esta palavra aparece três vezes na [[Bíblia]]. Ocorre sempre numa forma transliterada no grego original e frequentemente é transliterada nas traduções em português. Toda vez, o termo é logo seguido pela tradução ''ho pa·tér'' em grego, que literalmente significa "'''o pai'''", ou, usado como vocativo, "'''ó Pai'''". Em cada caso, é usada com referência ao Pai celeste, [[Jeová]], [[Deus]].
 
O escritor bíblicoevangelista [[Marcos Evangelista|Marcos]] registra que [[Jesus]] usou este termo ao [[Agonia no Getsêmani|orar a Jeová Deus emno [[Getsêmani]], pouco antes de sua morte, dizendo: "{{citar bíblia|livro=Marcos|capítulo=14|verso=36|citação=Aba, Pai, tudo te é possível; afasta de mim este cálice: todavia não seja o que eu quero, mas o que tu queres." <ref>{{citar bíblia|livro=Marcos|capítulo=14|verso=36}}</ref>. Eis aqui o fervoroso apelo de um filho a um pai amado, seguido rapidamente pela garantia de que, em qualquer caso, ele permaneceria obediente.
 
As duas outras vezes que esta palavra aparece são nas cartas[[epístolas paulinas|epístolas]] do apóstolo [[apóstolo Paulo]], em {{citar bíblia|livro=Romanos|capítulo=8|verso=15}} e {{citar bíblia|livro=Gálatas|capítulo=4|verso=6}}. Nestes casos, a palavra indica a intimidade da relação dos [[cristãos]] com seu Pai, Deus.
 
==Importância do uso==
198 339

edições