Linha de pesca: diferenças entre revisões

Sem alteração do tamanho ,  23 de janeiro de 2015
m
Foram revertidas as edições de 187.114.211.106 (usando Huggle)
m (Foram revertidas as edições de 187.114.211.106 (usando Huggle))
Hoje se destacam três tipos de linhas: as multifilamentadas (''braid''), as monofilamentos e as mistas]:
 
* Mistas – são formadas por filamentos de [[aramida]] recobertos de [[resina]]s de [[nylon]]. São pouco usuais por terem [[preço]]s elevados, mas têm um bom desempenho. Apresentam maciez, resistência linear e resistência a [[abrasão]].
* Mistas – são oS CAGADOS
* filamentos de [[aramida]] recobertos de [[resina]]s de [[nylon]]. São pouco usuais por terem [[preço]]s elevados, mas têm um bom desempenho. Apresentam maciez, resistência linear e resistência a [[abrasão]].
* ''Braid'' - Nos anos 90 chegaram as aramidas (multifilamentos), que imediatamente começaram a ser usadas como linhas para pesca e deram origem às gerações de linhas: ''Spectra, KevIar'' e ''Dyneema'', feitas em [[microfilamento]]s [[trança]]dos ou torcidos, em sua maioria com acabamento de [[resina]] anti-abrasiva. Essa tecnologia agregou ao produto final alta resistência, superando até 10 vezes o [[aço]]. As aparentes desvantagens como: baixa resistência ao nó, dificuldade de emendas, perda de coloração, pequenos danos aos equipamentos e preços elevados são compensadas por benefícios como: a resistência elevadíssima à tração, diâmetros finos e sensibilidade extremada. Essas características se traduzem em: invisibilidade para os peixes, maior quantidade de linha enrolada no molinete ou carretilha, transmissão instantânea do contato do peixe (o que aumenta o sucesso da [[fisgada]]), arremessos muito mais longos e pesca de grandes exemplares com linhas finas.
* Monofilamento - A invenção da fibra de [[nylon]] em [[1938]] revolucionou o universo da [[pesca]], substituindo gradativamente as linhas que eram normalmente utilizadas ([[algodão]], [[seda]] e [[lã]]). A fundição da [[poliamida]] e sua extrusão no formato de um fio deu origem ao monofilamento de nylon, que embora concorra com inúmeras novidades, ainda responde por mais ou menos 75% de toda a linha de pesca consumida no mundo. Atualmente podemos dizer que o pescador encontra uma linha para cada necessidade: resistência à tração e à abrasão, diâmetros variados, flexibilidade, resistência aos nós, visibilidade, durabilidade e outros aspectos.