Festival RTP da Canção 1969: diferenças entre revisões

1 670 bytes adicionados ,  20h00min de 31 de janeiro de 2015
sem resumo de edição
[[Lurdes Norberto]] foi a apresentadora do festival que foi ganho por [[Simone de Oliveira]] com a canção '''Desfolhada Portuguesa'''.
 
== ParticipantesFestival ==
No dia [[24 de Fevereiro]] teve lugar no [[Teatro S. Luiz]] o VI Grande Prémio TV da Canção Portuguesa que tinha como objetivo principal selecionar a canção que nos iria representar no ESC, que em [[1969]] acontecia em [[Madrid]], [[Espanha]].
 
O número de canções apuradas para este festival foi de dez e mais uma vez o evento reunia alguns dos maiores nomes do panorama artístico de então que se misturavam com o emergir de novos valores. No primeiro grupo estiveram, por ordem de desfile, [[Simone de Oliveira]], [[Valério Silva]], [[Madalena Iglésias]], [[Artur Garcia]], [[Duo Ouro Negro]] e [[Maria da Fé]]. No segundo grupo subiram ao palco do S. Luiz: [[Daniel]], [[Tereza Paula Brito]], [[Lilly Tchiumba]] e [[Fernando Tordo]].
 
"[[Desfolhada]]", com poema de [[Ary dos Santos]] e música de N[[uno Nazareth Fernandes]] venceu incondicionalmente este festival com 94 pontos, deixando o tema "[[Tenho amor para amar]]" pelo [[Duo Ouro Negro]] a 45 pontos de distância, embora na 2ª posição.
 
[[Simone de Oliveira]] não foi a primeira escolha dos autores para defender a "Desfolhada" neste festival, tendo sido mesmo convidada a uma semana do evento. Porém, é difícil imaginar a Desfolhada sem Simone.
Só uma mulher com a sua frontalidade e coragem diria, naquela época, em direto para todo o país: quem faz um filho, fá-lo por gosto.
 
Após o Festival da Canção o sucesso da "Desfolhada" foi aumentando e depressa passou a ser a canção do ano em vendas e em passagens nas rádios.
Ainda hoje esta canção é conhecida por todas as gerações, mesmo as mais recentes. Este é um dos grandes temas de sempre de toda a música portuguesa.
{| class="sortable wikitable" style="width:100%;"
|- style="background:#ccc;"
Utilizador anónimo