Diferenças entre edições de "Materialismo"

1 byte removido ,  16h22min de 1 de fevereiro de 2015
m
→‎Outras teses: tirei uma vírgula entre sujeito e predicado.
m (→‎Impressões: acento em "provém".)
m (→‎Outras teses: tirei uma vírgula entre sujeito e predicado.)
Para convidar a possibilidade como causas, deve reconhecer que uma não sabe foi carregado o pensamento. A possibilidade é um mecanismo dado mas demasiado complexo de modo que um possa o descrever exatamente (exp.: tempo). Se um não souber a origem na época de um fenômeno que não signifique que um não pode saber os mecanismos usados. Para saber o tempo perfeitamente seria necessário saber a posição de todas as partículas interessadas no fenômeno, e especial pode reproduzi-lo adiantado em toda sua complexidade.
 
Um mecanismo complexo (computador) pode resolver problemas sem reque o sentimento. O pensamento, é baseado nos sentimentos (coloridos, som, etc.).
 
Se o pensamento necessitar o sentimento, não está reduzido a um mecanismo similar a um cálculo de processo de dados.
63

edições