Diferenças entre edições de "Planície de inundação"

Sem alteração do tamanho ,  23h03min de 8 de fevereiro de 2015
m
Reversão de uma ou mais edições de 177.34.220.77 para a versão 41221039 de DARIO SEVERI, com Reversão e avisos.
(erros de ortograia)
m (Reversão de uma ou mais edições de 177.34.220.77 para a versão 41221039 de DARIO SEVERI, com Reversão e avisos.)
{{Sem-fontes||geo|data=dezembro de 2009}}
{{ver desambig|redir=várzea||Várzea (desambiguação)}}
'''Planície de imundaçãoinundação''' é aquela que imundainunda durante a cheia de um determinado curso d'água. Ela se desenvolve sobre a calha de um [[vale]] preenchido por terrenos [[aluvião|aluvionares]] e que apresenta [[meandro]]s fluviais divagantes devido a baixa declividade do curso do [[rio]] que, em épocas de [[cheia]], extravasa do [[canal]] fluvial e inunda a região.<ref>{{citar web|URL=http://aulete.uol.com.br/várzea|título=Verbete: várzea|autor=Editores do Aulete|data=2007|publicado=iDicionário Caldas Aulete|acessodata=01/05/2013}}</ref>
 
Um dos ezemplosexemplos mais clássicos deste termo é a várzea do [[Nilo]], regiões ribeirinhas ao rio que na época de cheias eram alagadas, deixando aí o [[húmus]], rico adubo natural que permitia o [[agricultura|cultivo]] com alta fertilidade e a manutenção da civilização [[Egito|egípcia]]. Após a construção da [[Represa de Assuã]], em 1970, o nível do rio foi regulado, evitando as enchentes no Egito.
 
As planícies de inundação ocorrem, normalmente, no baixo curso do rio onde o relevo, mais desbastado pela [[erosão]] do que a montante, apresenta pequeno [[gradiente]] topográfico; em consequência, a [[energia]] fluvial é diminuída e não consegue carregar muito da carga sedimentar do rio que é depositada, colmatando o vale com [[sedimento]]s fluviais.
97 975

edições