Diferenças entre edições de "Placodermo"

4 bytes adicionados ,  07h27min de 20 de fevereiro de 2015
sem resumo de edição
m (Foram revertidas as edições de 201.95.129.39 para a última revisão de 201.69.239.226, de 2014-01-23T18:35:31 (UTC))
[[Stensioellida]] †
}}
Os '''placodermos''' ([[classe (biologia)|classe]] '''Placodermi''') representam uma classe de [[peixe]]s extintos, que viveram entre o [[Siluriano]] e o final do [[Devoniano]] (ca. 430-360 milhões de anos). A sua principal característica, que lhes deu o nome científico de '''Placodermi''', era a cobertura da cabeça e tórax por armaduras articuladas de placas dérmicas. O resto do corpo podia estar, ou não, coberto de escamas. Os placodermos foram um dos primeiros grupos de peixes a desenvolver dentes e mandíbulas, que [[evolução|evoluíram]] provavelmente a partir dos [[arcos branquiais]]. O primeiro paleontólogo a estudar o grupo dos placodermos foi [[Louis Agassiz]].
 
Os [[fóssil|fósseis]] mais antigos de placodermos foram encontrados em [[Formação geológica|formações]] [[rocha sedimentar|sedimentares]] da [[República Popular da China|China]] datadas do final do período Silúrico. Estes achados representam já placodermos bem diferenciados das ordens [[Antiarchi]] e [[Arthrodira]], pelo que se supõe que o grupo tenha surgido um pouco antes. No entanto, nunca foram descobertos fósseis de formas basais de placodermos, nem [[fóssil de transição|transições]] entre este grupo e um eventual precedente.