Abrir menu principal

Alterações

111 bytes removidos, 19h05min de 9 de março de 2015
sem resumo de edição
|lançado = [[27 de Junho]] de [[1985]]
|gravado = [[Março]] e [[Abril]] de [[1985]], na [[Rede Transamérica|Transamérica]] ([[São Paulo|SP]])
|gênero = [[New wave (música)|New wave]], [[postpós-punk]], [[rock alternativo]]
|duração = 36:35
|idioma = [[Língua portuguesa|Português]]
}}
}}
'''''Televisão''''' é o segundo álbum de estúdio da banda [[brasil]]eirabrasileira de [[rock]] [[Titãs (banda)|Titãs]], lançado em [[19 de Junho]] de [[1985]] pela [[WEA]].
 
==História==
Tal como o álbum de estréia ''[[Titãs (álbum)|Titãs]]'', este disco ainda representava a faceta mais pop dos Titãs e não conseguiu trazer um verdadeiro sucesso de público à banda. A proposta sonora ainda estava confusa e a estética do [[LP]] não agradou aos membros, como lembrado anos depois, de cada faixa simbolizar um diferente canal de TV. Assim, passamos pela [[new wave]] ("Televisão"), [[reggae]] (na versão inicial de "Pra Dizer Adeus", ainda com [[Nando Reis]] nos vocais), misturas entre funk e new wave ("Pavimentação") e [[doo-wop]] ("Sonho com Você").
 
No entanto, uma faixa ao final do álbum simboliza a direção que a banda tomaria em trabalhos posteriores. Com apenas um minuto e quarenta segundos de duração, "Massacre" prepararia o caminho que levaria o grupo ao pesado disco seguinte: ''[[Cabeça Dinossauro]]''.
 
Naquele tempo, o octeto paulistano não era muito bem recebido pelo público carioca. Chamar o cantor e guitarrista [[Lulu Santos]] foi um meio que eles acharam que poderia quebrar esta barreira, mas a banda, poucos dias depois do começo dos trabalhos de produção do álbum, não conseguiu encontrar uma relação pacífica com o artista carioca. Este implicava com a presença da faixa-título no trabalho, a técnica dos músicos (declarando que Nando Reis tocava seu baixo como se estivesse tocando um cavaquinho) e não satisfez a banda com a mixagem que fez para o trabalho.
 
Até o final de dezembro, ''Televisão'' chegou apenas às 24 mil cópias vendidas, e o seu fracasso comercial não se justificou apenas pelo não entendimento do público do conceito do álbum. A [[WEA]] mostrava-se mais empenhada em fazer a promoção do disco de estréiaestreia do [[Ultraje a Rigor]], ''[[Nós Vamos Invadir Sua Praia]]'', lançado poucas semanas após o segundo LP dos Titãs, emplacando nada menos do que nove de suas onze faixas nas rádios e garantindo excelente desempenho comercial, com cerca de 450 mil exemplares vendidos.
 
O ano de [[1985]] se encerraria de uma forma ainda mais infeliz para os Titãs: [[Arnaldo Antunes]] e [[Tony Bellotto]] foram detidos por posse de [[heroína]]. Bellotto foi libertado após o pagamento da fiança, entretanto, Arnaldo teve de amargar a cadeia por quase um mês.<ref name="site oficial" /> Foi algo impactante para o grupo, que teve treze shows cancelados e correu o perigo de se extinguir.
 
==Música e letras=
''Televisão'' é um disco [[pós-punk]] e [[new wave]] que junto ao [[álbum de estreia]] ''[[Titãs (álbum)|Titãs]]'', representa o lado mais [[pop]] que a banda apresentava no início da carreira. A sonoridade do álbum é mais voltada ao [[new wave]] da época, e se distancia da forte influência do [[ska]] e do [[reggae]] presentes no álbum anterior. Porém ainda mantém alguns elementos do [[reggae]] em algumas faixas como "Pra dizer Adeus" e "Não Vou Me Adaptar". O álbum era ainda distante do estilo mais [[punk rock]] adotado em [[Cabeça Dinossauro]], apesar das letras serem mais críticas e da canção "[[Massacre (canção)|Massacre]]", que já tinha um som mais próximo do álbum seguinte.
 
==Faixas==
Utilizador anónimo