Sete Sábios da Grécia: diferenças entre revisões

6 104 bytes adicionados ,  20h26min de 12 de março de 2015
m
Foram revertidas as edições de 85.241.244.130 para a última revisão de Lourencoalmada, de 09h32min de 19 de fevereiro de 2015 (UTC)
Etiquetas: Editor Visual Remoção considerável de conteúdo
m (Foram revertidas as edições de 85.241.244.130 para a última revisão de Lourencoalmada, de 09h32min de 19 de fevereiro de 2015 (UTC))
| data_nascimento = Séculos VII e VI a.C.
}}
Aos Sete Sábios da [[Grécia]] eram atribuídas grande quantidade de máximas e preceitos (sentenças proverbiais), por todos conhecidas. Algumas eram tão famosas que foram inscritas no templo de [[Apolo]] em [[Delfos]]. A lista dos Sete sábios não foi sempre a mesma.<ref name=crescenzo />
 
== História ==
Fora do âmbito mítico, vinte e dois homens foram citados como pertencentes ao grupo dos sete sábios,<ref name=crescenzo>Crescenzo, L., História da Filosofia Grega - Os pré-socráticos. Editorial Presença: Lisboa, 1988.</ref> sendo eles: [[Tales de Mileto|Tales]], [[Pítaco]], [[Bias de Priene|Bias]], [[Sólon]], [[Quilon de Esparta]], [[Cleóbulo de Lindos|Cleobulo]], [[Periandro]], [[Míson]], Aristodemo, Epiménides, Leofanto, [[Pitágoras]], [[Anacarses]], Epicarmo, Acusilau, [[Orfeu]], [[Pisístrato]], Ferecides, Hermióneo, Laso, Panfilo e [[Anaxágoras]]. Nunca houve um consenso entre os historiadores, os únicos que sempre pertenceram ao grupo são os quatro primeiros da lista.
 
No texto atribuído a [[Higino]], os sete sábios são: [[Pítaco de Mitilene]], [[Periandro|Periandro de Corinto]], [[Tales de Mileto]], [[Sólon|Sólon de Atenas]], [[Quílon de Esparta]], [[Cleóbulo de Lindos]] e [[Brias de Priene|Bias de Priene]].<ref name="higino.fab.221">[[Higino]] ''Fabulae'', CCXXI, ''Os Sete Homens Sábios'' [http://www.theoi.com/Text/HyginusFabulae5.html <nowiki>[em linha]</nowiki>]</ref>
 
[[Plutarco]] lista os sete sábios como Tales, Bias, Pítaco, ''Solon'', Quílon, Cleóbulo e [[Anacarses]].<ref name="nota.plutarco.moralia.sete.sabios">Introdução à edição Loeb, [[Plutarco]], ''Moralia'', ''O jantar dos sete homens sábios'' [http://penelope.uchicago.edu/Thayer/E/Roman/Texts/Plutarch/Moralia/Dinner_of_the_Seven*.html <nowiki>[em linha]</nowiki>]</ref>
 
Como características, os sábios eram muito sintéticos em suas afirmações. De [[Sólon]], temos: "Se sabes, cala"; de [[Bias de Priene|Bias]]: "Odeia o falar ligeiro"; de [[Cleóbulo de Lindos|Cleobulo]]: "Ser ávido de escutar e não de falar" e de [[Quilon de Esparta]]: "Que a tua língua não corra à frente do teu pensamento". De [[Brias de Priene|Bias de Priene]] temos a seguinte máxima, profunda e atual: "A maioria dos homens é perversa"<ref>Laércio, Diógenes, Vida dos Filósofos I, 71.</ref>. Numa rápida averiguação histórica, até o momento, sempre que o homem se fez maioria, a perversidade foi duramente percebida.
 
== Máximas e Preceitos<ref>António Pinela, Reflexões, 1980.</ref> ==
 
[[Tales de Mileto]]
* Conhece-te a ti mesmo. <ref>[http://www.eurosophia.com/filosofos/os_sete_sabios_da_grecia.htm#1._Tales_de_Mileto] Euroshophia, António Pinela, Reflexões, 1980</ref> <ref>[http://www.foodservicenews.com.br/artigos.php?id=7] Wilson Mileris, 2005</ref> {{Ref label2|nota 1}}.
* A certeza é precursora da ruína.<ref name="higino.fab.221" />
* A ignorância é incômoda.
* Espera receber de teus filhos, quando fores velho, o mesmo tratamento que dispensaste a teus pais.
* Evita as palavras que possam ferir os amigos.
* Evita enriquecer por vias desonestas.
* Evita os adornos exteriores e procura os interiores.
* Perto ou longe, importa lembrar os amigos.
* Quem promete, falta.
* Se és chefe, começa por saber dominar-te.
[[Pítaco de Mitilene]]
* A ambição é insaciável
* Ama a educação, a temperança, a prudência, a verdade, a fidelidade, a experiência, a gentileza, a companhia dos outros, a exatidão, os cuidados domésticos, a arte e a piedade.
* Dá-te ao respeito
* Não faças o que não gostares que te façam
* Não reveles projetos para, se falhares, não seres motivo de troça
* Sabe aproveitar a oportunidade <ref name="higino.fab.221" />
* Sábio é quem sabe discernir o futuro; o passado é passado, mas o porvir é incerto.
[[Brias de Priene|Bias de Priene]]
* A maioria dos homens é perversa<ref name="higino.fab.221" />
* Adolescente, sê activo; velho, sê sábio
* Aprende a saber ouvir
* Fala sempre com propósito
* Não sejas nem mau, nem tolo
* O cargo revela o homem
* Persuade pelo bem, e nunca pela força
* Reflete nos teus atos.
* Sê cuidadoso na realização de um projeto e, uma vez iniciado, prossegue sem desfalecimento.
* Vê-te num espelho.
[[Sólon|Sólon de Atenas]]
* Aconselha o que for justo, não o que aches agradável
* Evita a mentira, confessando a verdade
* Evita o prazer, se ele for causa de remorso
* Guia-te pela razão
* Honra pai e mãe
* Mede as tuas palavras pelo silêncio e o silêncio pelas circunstâncias
* Nada em excesso <ref name="higino.fab.221" />
* Nunca digas tudo o que sabes
* Procura ser honesto, porque a honestidade é melhor do que uma palavra honrada
* Respeita os amigos
* Quando souberes obedecer, saberás chefiar
* Se exiges a honestidade dos outros, começa por ser honesto
* Toma a peito as coisas importantes
[[Cleóbulo de Lindos]]
* A moderação é coisa ótima <ref name="higino.fab.221" />
* A sabedoria é preferível à ignorância
* Aconselha retamente os teus concidadãos
* Casa com uma mulher da tua condição; se casares com uma rica, em vez de sogros arranjarás patrões
* Considera inimigo público quem odiar o povo
* Cuidado com a língua
* Evita a violência
* Evita acariciar a tua esposa em público; quem a desfruta em público procede mal, mas quem a acaricia, desperta paixões fúteis
[[Periandro de Corinto]]
* Tudo deve ser estudado com cuidado<ref name="higino.fab.221" />
[[Quílon de Esparta|Quílon de Lacedemonia]]
* Conhece-te a ti mesmo<ref name="higino.fab.221" /><ref name="diodoro.siculo.9.10.1">{{citar diodoro sículo|9|10|1}}</ref>
* Nada em excesso<ref name="diodoro.siculo.9.10.1" /> <!--
* A pledge, and ruin is nigh (como se traduz isto de forma lacônica??? <ref name="diodoro.siculo.9.10.1" />
//-->
* Foge dos intriguistas
* Não desejes o impossível
* Não maldigas dos outros, para não ouvires críticas desagradáveis
* Põe a razão antes da língua
* Quando beberes, fala pouco para não cometeres indiscrições
* Respeita os velhos