Abrir menu principal

Alterações

3 586 bytes removidos, 19h45min de 26 de março de 2015
m
* Indicado ao [[BAFTA]] de Melhor Roteiro Original.
* Indicado ao [[MTV Movie Awards]] de Melhor Dupla Brad Pitt e [[Morgan Freeman]].
 
== Curiosidades ==
* Roberto Miguel Rey Júnior, conhecido como [[Robert Rey]] no reality show [[Dr. 90210]] (no Brasil Dr. Hollywood), foi consultor médico neste filme.
 
* Enquanto filmava uma cena, [[Brad Pitt]] machucou o braço seriamente em um pára-brisa. O acidente foi usado pelo roteiro, fazendo com que o fato tenha acontecido com o personagem também.
 
* A autópsia da primeira vítima estava escrita de forma errada no roteiro. A cena acabou sendo retirada do roteiro.
 
* A vítima amarrada em uma cama não era um boneco, e sim, um ator muito magro que parecia com um cadáver.
 
* [[Morgan Freeman]] segurou de forma errada a arma de seu personagem durante as filmagens. Policiais verdadeiros alertaram o ator sobre o erro e o ensinaram.
 
* O uniforme que John Doe usa no final do filme tem escrito: Bardach County Jail. Elinor Bardach foi a responsável pelo figurino do suspense.
 
* Uma versão do roteiro contém uma cena final em que Mills escreve uma carta para Somerset avisando: “Você estava certo. Você estava certo sobre tudo”.
 
* O roteiro possui referências ao parceiro de Mills, Parsons, que foi assassinado enquanto trabalhava com o policial. Em função disso, Mills protege Somerset em algumas cenas. O personagem Parsons foi excluído do longa antes das filmagens terem início.
 
* Mills e Somerset discutem o livro [[Servidão Humana]], de W. Somerset Maugham.
 
* O assassino John Doe é manco, assim como o protagonista Philip Carey, do livro [[Servidão Humana]].
 
* A New Line queria mudar o final do longa. Brad Pitt ameaçou deixar a produção se isso acontecesse.
 
* Charles S. Dutton faz uma ponta como um policial que mantém a imprensa fora da cena do crime "ganância".
 
* Andrew Kevin Walker, roteirista do longa, faz uma ponta como o primeiro cadáver visto em cena.
 
* O roteiro do filme demorou dois anos para ficar pronto.
 
* O vocalista da banda [[R.E.M]], [[Michael Stipe]], foi considerado para viver John Doe.
 
* Se preparando para a traumática cena da interrogação, Leland Orser decidiu respirar muito rápido e ficar sem dormir durante dias, fazendo com que a cena se tornasse a mais real possível.
 
* O filho de Morgan Freeman, Alfonso Freeman, faz uma ponta como um técnico em impressão digital.
 
* Denzel Washington desistiu de viver o protagonista Mills.
 
* A música que toca no final do filme é “6ix”, de [[Evan Dando]], presente no álbum Car, Button, Cloth.
 
* O suspense foi eleito como o oitavo mais assustador pelo "Entertainment Weekly".
 
* Ao todo, 74 palavrões são falados no longa.
 
* De acordo com os esboços do roteiro, o nome do capitão é Rodolfo.
 
* David Cronenberg recebeu a oferta de dirigir o filme, mas não aceitou.
 
* [[Kevin Spacey]] perguntou para Fincher se seria preciso que raspasse a cabeça para viver o personagem. O cineasta disse: “Se você fizer isso, eu também faço!”. Ambos estavam carecas durante as filmagens.
 
* Brad Pitt ganhou US$ 7 milhões para fazer o filme.
 
* R. Lee Ermey fez teste para viver John Doe. Como Kevin Spacey foi quem ficou com o papel, o ator acabou ficando com o personagem do capitão.
 
* Kevin Spacey pediu para que o seu nome não aparecesse nos créditos iniciais, fazendo com que a participação do ator fosse uma surpresa para os espectadores. Para compensar, nos créditos finais o nome do ator é o primeiro que aparece.
 
* Nenhum material publicitário do filme contém Kevin Spacey.
 
* Considerado como um dos assassinos mais perigosos do cinema, John Doe não é visto cometendo nenhum assassinato no longa.
 
{{referências}}
 
== Ligações externas ==