Diferenças entre edições de "Teatro Garrett"

20 bytes adicionados ,  13h07min de 28 de março de 2015
m
m
==História==
===Origens e apogeu===
[[File:Companhia de Variedades.jpg|thumb|Apresentação de artista da Companhia de Variedades, do Águia d'Ouro do, Porto, no Teatro Garrett durante o final de Agosto de 1913. Antes durante esse mês, o Garrett recebeu espetaculos das Companhias «Grande Guignol» e do [[Teatro da Avenida|Theatro d`Avenida]], ambas de Lisboa, além de artistas estrangeiros.]]
O primitivo Teatro Almeida Garrett surgiu por iniciativa de uma sociedade de cinco cidadãos do [[Porto]], que levou à edificação do teatro num elegante edifício de madeira em 22 de Agosto de 1873 na [[Praça do Almada]].<ref name="monograf">{{Referência a livro | autor = Baptista de Lima, João | título = Póvoa de Varzim - Monografia e Materiais para a sua história | editora = Na Linha do horizonte - Biblioteca Poveira CMPV | ano = 2008}}</ref> O Teatro homenageia [[Almeida Garrett]], impulsionador do teatro em Portugal, cuja ligação à Póvoa advém do seu amigo pessoal, o poveiro [[Francisco Gomes de Amorim]]. Na sua estadia na Póvoa, Garrett encontrou inspiração para escrever [[Frei Luís de Sousa (peça teatral)|Frei Luís de Sousa]].<ref name="monograf"/> Em 4 de Setembro de 1876, foi construído, também em madeira, o Teatro Sá da Bandeira. Este teatro funciona no gaveto da Rua do Norte (hoje Rua da Alegria) com o Largo do Rego (hoje Largo David Alves). A popularidade da Póvoa de Varzim como eminente instância balnear, leva à construção de um edifício perene para o teatro, o ''Theatro Garrett'', em 1890, em terreno próximo do velho Teatro Sá da Bandeira, levando à demolição deste. Para o Teatro Garrett transitaram quase todos os grandes actores portugueses e artistas com fama mundial .
 
10 860

edições