Abrir menu principal

Alterações

10 bytes removidos, 19h43min de 28 de março de 2015
m
===Participação na Revolução Venezuelana===
 
Em 1899 Biófilo deixa os estudos e viaja até a [[Venezuela]], onde junto com [[Eleazar López Contreras]], funda a primeira Escola Pública na cidade de [[Capacho Nuevo]], capital do município [[Independencia (Táchira)|Independencia]], em [[Táchira]]. No mesmo ano alista-se no exército de [[Cipriano Castro]] em meio a [[Revolução Liberal Restauradora]], que tinha como objetivo a derrubada do presidente [[Ignacio Andrade]]. Logo Biófilo logo deixa este grupo e começa a viajar pela Venezuela na companhia de outros grupos revolucionários que rondavam as cidades de [[Trujillo]], [[Portuguesa]], [[Cojedes]] e [[Carabobo]].<ref name=autogenerated5>PANCLASTA, Biófilo (1932): ''Siete años enterrado vivo en una de las mazmorras de Gomezuela''. Tipografía la Libertad, Bogotá.</ref> Chega na cidade de [[Valencia]] em janeiro de 1900. Em novembro de 1904, chega na cidade colombiana de [[Barranquilla]] como coronel do exército de Cipriano Castro, onde oferece suporte às forças colombianas contra os separatistas panamenhos apoiados pelos [[Estados Unidos]].<ref name=autogenerated3 />
 
===Primeiros contatos com o anarquismo===