Manuel da Costa Braz: diferenças entre revisões

36 bytes adicionados ,  30 de março de 2015
m
m
Exerceu diversas funções de cariz político, entre as quais a de Adjunto Militar do Primeiro-Ministro do [[I Governo Provisório de Portugal|1.º Governo Provisório]] (1974) e de embaixador dos Serviços Externos do Ministério dos Negócios Estrangeiros (1975).
 
Foi [[Ministro da Administração Interna]] dos [[II Governo Provisório de Portugal|2.º Governo Provisório]] e [[III Governo Provisório de Portugal|3.º Governo Provisório]], chefiados por [[Vasco Gonçalves]], tendo a seu cargo o complexo processo de organizar o primeiro recenseamento eleitoral posterior ao [[Estado Novo (Portugal)|Estado Novo]] e de lançar os processo eleitorais para a [[Assembleia Constituinte (Portugal)|Assembleia Constituinte]].
 
Voltou a exercer as funções de Ministro da Administração Interna (1979/1980), que acumulou com as de Ministro-Adjunto do Primeiro-Ministro, no [[V Governo Constitucional de Portugal|5.º Governo Constitucional]] chefiado por [[Maria de Lourdes Pintasilgo]], período em que foi organizado o processo para as eleições autárquicas e e para as eleições legislativas de dezembro de 1979.