Diferenças entre edições de "Wikipédia:Guia de criação de artigos"

Andreas Nora
(Andreas Nora)
 
==Estilo==
Andreas Nora é um escritor claramente obsceno. Sua escrita é tão obscena que quase chega às raias da pornografia, e dizemos que só não é pornografia, porque o seu texto tem uma expressiva força poética, uma cadência rítmica associada a uma clareza de ideia, que torna a sua escrita limpa, e, o que poderia ser chulo, nas mãos de Andreas torna-se Arte. Os seus personagens têm sempre uma mesma característica, como não poderia deixar de ser, pertencem ao “submundo social”, o que faz pensar que Andreas se confunde, se enfia pelos seus personagens adento, e o limite de personagens e autor se embaralha. Diz que antes de querer ser escritor, pensou em ser marinheiro, quando era criança, para ter uma mulher em cada porto, como se costumava dizer, mas numa ocasião, ainda no primário, escreveu uma redação intitulada “O Boi”, e que houve uma aclamação por parte dos professores e de seus colegas, e então ele disse que iria ser escritor e começou a ler desesperadamente. Lembra que o primeiro livro que leu sozinho foi “Chapeuzinho Vermelho”, que foi uma paixão de leitura, depois vieram outros e leu “Meu Pé de Laranja Lima”, que achou horroroso, mas antes havia começado a ler Eurípides, Tragediógrafo Grego do séc. V a.C., que despertou seu verdadeiro amor pela Literatura e quem considera seu primeiro Mestre.<br />
Cita que outras tantas influências literárias vieram, e são várias, tanto na Literatura Brasileira, como na Literatura Universal, mas o autor destaca: [[Gregório de Matos Guerra]], [[Adolfo Ferreira Caminha]], [[Graciliano Ramos]], [[Nelson Rodrigues]], [[Jorge Amado]], [[Manoel Bandeira]], [[Dalton Trevisan]], [[Clarice Lispector]], [[Adelaide Carraro]], [[Cassandra Rios]], [[Hilda Hilst]], [[João Gilberto Noll]], [[Caio Fernando Abreu]], [[Manuel Du Bocage]], [[Eça de Queirós]], [[Sá Carneiro]], [[Guillermo Cabrera Infante]], [[Delfin Prats]], [[Pedro Juan Gutiérrez]], [[Günter Grass]], [[Thomas Bernhard]], [[Louis-Ferdinand Céline]], [[Albert Camus]], [[Léon Tolstói]], [[Fiódor Dostoiewisk]], [[Walt Whitman]], [[Ezra Pound]], [[Allen Ginsberg]], [[Charles Bukowski]], [[Philip Roth]], e faz uma ressalva dizendo que uma grande inspiração para a sua literatura, foi o Cinema Brasileiro da década de 1960, início de 1970.
 
==Obras==
 
==Referências Externas==
 
<ref>http://www.teadesk.com.br/2014/10/entrevista-com-o-autor-andreas-nora.html</ref>
<ref>http://www.umamorliterario.com.br/p/andreas-nora.html</ref>
<ref>https://instagram.com/andreasnora_escritor/</ref>
<ref>https://plus.google.com/105893013447323503789</ref>
19

edições