Abrir menu principal

Alterações

110 bytes adicionados ,  03h45min de 12 de abril de 2015
sem resumo de edição
 
De acordo com a [[Crónica da Tomada de Ceuta]], de [[Gomes Eanes de Zurara]], D. Filipa sentiu a morte aproximar-se, preparando-se para a viagem eterna ao cumprir os ritos da boa morte. [[Confissão_(sacramento)|Confessou-se]], comungou e recebeu a [[extrema-unção]]. Quando os clérigos acabaram de rezar, no dia 19 de julho, ela faleceu.{{harvref|Oliveira|2010|p=421}} Inicialmente foi sepultada em [[Odivelas]], onde havia falecido. No ano seguinte, os seus restos mortais seguiram para o [[Mosteiro da Batalha|Mosteiro de Santa Maria da Vitória]], por ordem de seu marido. Mais tarde, o local abrigou túmulos de outros membros da [[dinastia de Avis]], tais como os de seus filhos.{{harvref|Oliveira|2010|p=425}}
 
Foram impressas duas notas de 1.000$00 Chapas 8 e 8A de [[Estado Novo (Portugal)|Portugal]] com a sua imagem.
 
== Ver também ==
 
== Notas ==
 
{{refbegin|2}}
 
Utilizador anónimo