Abrir menu principal

Alterações

12 bytes adicionados ,  11h09min de 12 de abril de 2015
sem resumo de edição
'''Legio'' IV Macedonica''''' (ou '''quarta legião macedónica''') foi uma [[legião romana]] <ref name="Grandes Impérios"> Grandes Impérios e Civilizações: Roma - Legado de um império. 1.ed. Madri: Ediciones del Prado, 1996. pp.112 p.. 2 v. v. 1 ISBN 84-7838-740-4</ref> criada por [[Júlio César]] em [[48 a.C.]] com legionários [[Itália (província romana)|italianos]]. A legião foi desmobilizada em [[70|70 d.C.]] e reestruturada pouco depois com o nome '''''Legio IV Flavia Firma'''''. A legião tinha como símbolo o [[capricórnio]] e um [[Touro (animal)|touro]].
 
A quarta legião macedónica foi criada no meio de uma guerra civil, quando César se preparava para ir no encalço de [[Pompeu]] e os outros líderes da facção conservadora do [[senado romano]] que tinham fugido para a [[Grécia]]. As primeiras aparições desta legião foram nas batalhas de [[batalhaBatalha de DurrësDirráquio (48 a.C.)|Durrësbatalhas de Dirráquio]] e [[Batalha de Farsalos|Farsalos]]. A legião foi estacionada na [[província romana]] da [[Macedónia (província romana)|Macedónia]] depois da derrota de [[Pompeu]], onde adquiriu o [[cognome]].
 
Após o assassinato de César nos [[Idos de Março]] de [[44 a.C.]], a quarta legião aderiu à facção do seu herdeiro [[César Augusto|Octaviano]], por quem lutou na [[Batalha de Filipos]] em [[42 a.C.]] e na [[batalha de Áccio]] em [[31 a.C.]]. Findas as ameaças ao seu poder pessoal, Octaviano, conhecido agora como César Augusto, mobilizou a legião para a [[Hispânia Tarraconense]] para lutar na sua campanha com os Cantábrios. A legião permaneceu na região durante os anos seguintes, como guarnição das possessões romanas na [[península Ibérica]].
 
Em [[43|43 d.C.]] a quarta legião macedónica foi transferida para a [[Germânia Superior]], onde substituiu a [[Legio XIV Gemina|Legio XIV ''Gemina'']] na base estabelecida em [[Moguntiaco]]. Juntamente com a [[Legio XXII Felix|Legio XXII ''Felix'']] e a [[Legio XX Valeria Victrix|Legio XX ''Valeria Victrix'']], a quarta apoiou as pretensões de [[Vitélio]], o governador local, na guerra civil que ficou conhecida como o [[ano dos quatro imperadores]] ([[69|69 AD]]). Nesta campanha, a legião lutou contra [[Otão]] e contra [[Vespasiano]], que acabou por vencer [[Vitélio]]. O novo imperador não tomou iniciativas de represálias contra a quarta legião, que defendeu Moguntiaco durante a [[revolta dos batavos]], mas a confiança estava perdida. No final desta crise, em [[70|70 d.C.]], a quarta legião foi desmobilizada. Pouco depois, Vespasiano criava a [[quarta legião flaviana]] (flaviana é uma referência a ''Flavius''Flávio, o sobrenome do imperador) {{sem fontes}}.
 
{{Referências}}