Parabéns a Você: diferenças entre revisões

154 bytes removidos ,  19h07min de 28 de abril de 2015
m
Foram revertidas as edições de 179.211.228.113 para a última revisão de 191.179.108.124, de 17h36min de 14 de março de 2015 (UTC)
(→‎Brasil: correção de erro)
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição feita através do sítio móvel
m (Foram revertidas as edições de 179.211.228.113 para a última revisão de 191.179.108.124, de 17h36min de 14 de março de 2015 (UTC))
No [[Brasil]] é costume declarar o seguinte [[bordão]] após cantar esta música ao aniversariante:
 
{{Quote2|''É pique/big, é pique/big. É pique/big, é pique/big, é pique/big! É hora, é hora. É hora, é hora, é hora! Rá-tim-bum!''}}
 
Há uma grande dúvida sobre o bordão, o certo é "big" ou "pique"? Dependendo da região onde você vive, você fala de um jeito.
 
A princípio, o bordão era utilizado pela artista infanto-juvenil Xuxa Meneghel em sua música "Parabéns da Xuxa" - do álbum "Xou da Xuxa" -, lançado em 1986. A versão, a qual era cantada em seu programa televisivo matinal quase que diariamente na principal rede de televisão do país, ajudou a disseminá-la no Brasil inteiro.
118 659

edições