Abrir menu principal

Alterações

4 bytes removidos ,  12h50min de 4 de maio de 2015
m
Foram revertidas as edições de 189.114.118.49 para a última revisão de Mesquita1991, de 22h36min de 25 de abril de 2015 (UTC)
{{sem-fontes|data=abril de 2010}}
[[Ficheiro:Lautrec the kiss 1892.jpg|direita|thumb|250px|O Beijo é a principal forma de transmissão do vírus Epstein-Barr. Quadro de [[Henri Toulouse-Lautrec]], 1892]]
A '''mononucleose infecciosa''' ou '''febre glandular''' é a principal apresentação clínica do [[vírus]] [[Epstein-Barr]] (EBV), um [[herpesviridae | gama-herpesvírus]], definida pela tríade febre, faringite e linfadenopatia acervical, em conjunto com o aumento de [[linfócito]]s atípicos na circulação. A transmissão normalmente ocorre pela saliva, e o EBV tem sido chamado de "doença do beijo".<ref>{{citar web |url= http://www.jped.com.br/conteudo/99-75-S115/port_print.htm |título=Mononucleose Infecciosa |acessodata=25/04/2015 |autor=Luiza Helena Falleiros R. Carvalho |ano=1999 |publicado=Jornal de Pediatria |língua=português}}</ref>
 
cervical, em conjunto com o aumento de [[linfócito]]s atípicos na circulação. A transmissão normalmente ocorre pela saliva, e o EBV tem sido chamado de "doença do beijo".<ref>{{citar web |url= http://www.jped.com.br/conteudo/99-75-S115/port_print.htm |título=Mononucleose Infecciosa |acessodata=25/04/2015 |autor=Luiza Helena Falleiros R. Carvalho |ano=1999 |publicado=Jornal de Pediatria |língua=português}}</ref>
 
EBV possui [[genoma]] de [[DNA]] bicatenar (dupla hélice), e multiplica-se no [[núcleo celular]] da célula-hóspede, estando implicado na patogenese de alguns [[cancro (tumor)|cancêres]] relativamente raros. Ele reconhece o receptor para o componente C3d do [[complemento]] e portanto só atinge células com essa proteína membranar. Este vírus infecta principalmente os linfócitos B do [[sistema imunitário]] e as células epiteliais da [[mucosa]] do nariz e [[faringe]]. A sua predilecção pelos linfócitos e outras células "mononucleares" (em contraste com outras células imunitárias denominadas polimorfonucleares) foi usada para o nome da doença. Têm a capacidade de causar infecção lítica de multiplicação rápida que destroi as células mas também infecção latente de multiplicação lenta que preserva a célula, originando estado de portador crónico. O vírus pode ser reactivado em casos de imunodeficiência como suceda na [[síndrome da imuno-deficiência adquirida]] (SIDA/AIDS).
111 030

edições