Diferenças entre edições de "Estupros durante a ocupação da Alemanha"

Desfeita a edição 42292781 de Vmascia
(Corrigiu gramática)
Etiquetas: Edição via dispositivo móvel Edição via aplic. móvel
(Desfeita a edição 42292781 de Vmascia)
'''Estupros em massa de mulheres alemãs pelo [[Exército Vermelho]]''' referem-se ao [[estupro]] momentode emmais quede odois Rinasmilhões foide para a aulaalemãs nos últimos seis meses da [[Segunda Guerra Mundial]], sendo mais de 100&nbsp;000 em [[Berlim]].<ref>http://www.bbc.co.uk/history/worldwars/wwtwo/berlin_01.shtml</ref><ref>Hanna Schissler ''The Miracle Years: A Cultural History of West Germany, 1949-1968'' [http://books.google.com/books?id=00fCzJKt1QMC&pg=PA28&lpg=PA28&dq=soviet+estimates+rape+tens+of+thousands&source=web&ots=xzyKzJm1sj&sig=cy2AfPmp7ZvT7K9YSWPRkXoyp6E]</ref><ref>http://www.npr.org/templates/story/story.php?storyId=106687768</ref>
 
Mais de 240&nbsp;000 mulheres morreram neste período. <ref>Helke Sander/Barbara Johr: ''BeFreier und Befreite'', Fischer, Frankfurt 2005</ref><ref>Seidler/[[Alfred de Zayas|Zayas]]: ''Kriegsverbrechen in Europa und im Nahen Osten im 20. Jahrhundert'', Mittler, Hamburg Berlin Bonn 2002</ref> De acordo com Natalya Gesse, amiga de [[Andrei Sakharov]],
Após o [[verão]] de [[1945]], os [[soldado]]s soviéticos flagrados cometendo tal ato recebiam punições de [[enforcamento]] ou prisão.
 
Entretanto, os estupros continuaram até [[1948]], quando a [[Alemanha]] finalmente recuperou sua estrutura política e os soldados da [[União Soviética]] estavam apenas em postos de guarda, separados da população civil.<ref>Naimark. ''The Russians in Germany'', p. 79</ref>
 
=={{Ver também}}==
25 518

edições