Abrir menu principal

Alterações

326 bytes adicionados ,  15h43min de 10 de maio de 2015
m
reorganizado layout e pequenas alterações no texto
{{Título em itálico}}
 
{{portal-budismo}}
[[Ficheiro:Watpailom 01.jpg|thumb|right|300px|Monges budistas [[Tailândia|tailandeses]]]]
{{Budismo|collapsed=1}}
'''Bico''' <ref>FERREIRA, A. B. H. ''Novo dicionário da língua portuguesa''. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 255.</ref><ref>''Darmapada: a doutrina budista em versos''. Tradução de Fernando Cacciatore de Garcia. Porto Alegre/RS. L&PM Editores. 2010. p. 132.</ref> ('''''bhikkhu''''' em [[páli]]; '''''bhiksu'''''/'''''bhikṣu''''' em [[sânscrito]]; '''''bǐqīu''''', 比丘 em [[Língua chinesa|chinês]]) é o nome pelo qual são chamados, no [[budismo]], os [[monge]]s do sexo masculino. As monjas recebem o nome de '''bicunim''' no [[português de Goa]]<ref>''Darmapada: a doutrina budista em versos''. Tradução de Fernando Cacciatore de Garcia. Porto Alegre/RS. L&PM Editores. 2010. p. 132.</ref> ('''''bhikkhuni''''' em páli). ''Bhikkhus'' e ''bhikkhunis'' obedecem a uma série de preceitos monásticos, cujas regras básicas são chamadas de ''[[patimokkha]]''. Seu estilo de vida é moldado de forma a permitir as práticas espirituais, que são essencialmente a [[simplicidade]] e a vida [[meditação|meditativa]], até atingir o [[nirvana]].
 
O monaquismo foi introduzido no budismo no início da sua história, mas aplicou-se, num primeiro tempo, apenas aos homens. [[Gautama Buddha]] aceitou que as mulheres pudessem ser monjas, designadas como ''bhikkhuni''. A ordenação normalmente não é imediata: quem quiser tomar votos, tem de ser, primeiro, [[noviço]], dito ''samanera''. A partir dos 20 anos, é possível se fazer os votos de ''bhikhu''.
Tal designação é mais comum dentro da tradição ''[[theravada]]''. Há monges em outras tradições budistas, como no [[zen]], que têm a possibilidade de casar-se e assumir atividades profissionais.
[[Ficheiro:Burmese monniken.jpg|thumb|esquerda|300px|Bicos [[Myanmar|birmaneses]]]]
 
== Etimologia ==
 
"''Bikkhu''" é um termo páli que, originalmente, significava "[[Mendigo|mendicante]]". Sidarta Gautama usava o termo para se referir aos monges e a qualquer pessoa que dele se aproximava para ouvi-lo. A partir de então, o termo adquiriu o significado de "monge".<ref>''Darmapada: a doutrina budista em versos''. Tradução de Fernando Cacciatore de Garcia. Porto Alegre/RS. L&PM Editores. 2010. p. 132.</ref>
==Cinco preceitos==
 
==Preceitos==
Existem cinco regras ou preceitos que os monges budistas devem observar:
 
[[Ficheiro:Ta Prohm Monk - Siem Reap.jpg|thumb|direita|300px|Bikkhu no [[camboja]] ]]
 
Existem cinco regras ou [[Shila (budismo)|preceitos]] comuns nas várias escolas budistas, que compreendem a base da moralidade da religião e que portanto os monges budistas devem observar:
 
#não matar (nem pessoalmente nem ordenando outros para assim o fazer)
#não mentir
#não ter má conduta sexual (''kamesu micchacara veramani''): abster-se da má-conduta em relação aos prazeres sensuais. Este preceito inclui também a indulgência e abuso de qualquer tipo de prazer sensual, incluindo o vício por comida, assistir muita televisão, álcool etc. "Má-conduta sexual inclui [[estupro]], manipular alguém de forma a manter relações sexuais contra a vontade, manter relações sexuais com [[Maioridade|menores]], [[Zoofilia|animais]], esposo (a) de outro (a) ou alguém sob proteção dos pais ou tutores; isto inclui também quebrar a confiança num relacionamento. O relacionamento sexual com o esposo (a) ou parceiro (a) não é considerado má-conduta".
#não usar [[droga]]s ou [[álcool]], entorpecentes que causam negligencia da mente.
 
A partir daí existe variação de regras entre as diferentes tradições e locais onde é estabelecido o monasticismo.
 
{{Commons|Category:Buddhist monks}}
{{Referências}}
=={{Ver também}}==
*''[[Bhikkhuni]]'' | ''[[Shramana]]'' | ''[[Sangha (budismo)|Sangha]]''
*''[[Vihara]]'' (templo ou mosteiro budista)
*''[[Kathina]]'' | ''[[Vassa]]''
 
{{Commons|Category:Buddhist monks}}
 
{{Referências}}
 
 
=={{Bibliografia}}==
{{esboço-budismo}}
 
{{portal3|Budismo}}
[[Categoria:Termos budistas]]
[[Categoria:Títulos budistas]]
217

edições