A Moratória: diferenças entre revisões

111 bytes adicionados ,  22h48min de 17 de dezembro de 2006
cat
(cat)
'''A Moratória''' é uma [[peça de teatro|peça teatral]] do [[dramaturgo]] [[Jorge Andrade]], escrita no contexto da transição entre a [[República Velha]] e a [[Era Vargas]].
 
==Estilo e Contexto Histórico==
 
==Personagens==
{{Predefinição:Revelações sobre o enredo}}
 
. Joaquim - proprietário de fazenda na [[região cafeeira]]. Nunca fugiu ao trabalho e melhorou o que herdou de seus maiores, mas não soube administrar durante a crise e perdeu tudo. Politicamente, comporta- se como um [[Coronel]].
 
. Helena - esposa de Joaquim, encarnando a figura da mãe tradicional e da esposa convencional da sociedade rural brasileira, dividida entre o conflito da fazenda e a felicidade do esposo e filhos.
 
. Lucília - a filha, que oscila, ao longo do tempo da peça, entre uma jovem sonhadora e despreocupada que costura por lazer e uma mulher dura e responsável que sustenta financeiramente a família e aceita tudo com [[resignação]] e [[esperança]].
 
. Marcelo - o filho,que é um projeto de homem, típico jovem da [[Elite]], que gasta seu tempo em farras noturnas e nenhum trabalho útil. Não se mostra habituado com nenhum trabalho e sofre bastante no [[frigorífico]] em que trabalha na segunda situação.
==O Tempo durante o Enredo==
 
A história, se analisada temporalmente, reduz- se ao período de [[1929]] a 1933, marcado pelos seguintes fatos:
 
. a iminência de perder a fazenda
 
. a decadência completa, causada pela não- aprovação da nulidade do processo e nem da moratória que possivelmente viria a ser decretada pelo [[Governo Provisório]].
 
[[Categoria:Peças de teatro]]
3 731

edições