Diferenças entre edições de "Lista de anfíbios de Portugal"

528 bytes removidos ,  14h28min de 15 de maio de 2015
mapa tritão palmado
m (Danilo.bot moveu Anexo:Lista de anfíbios de Portugal para seu redirecionamento Lista de anfíbios de Portugal: Bot: conforme consenso)
(mapa tritão palmado)
{{Início dos separadores
|Separador-1= Lista de anfíbios de Portugal
|URL-1= Anexo:Lista de anfíbios de Portugal
|Separador-2= Lista de aves de Portugal
|URL-2= Anexo:Lista de aves de Portugal
|Separador-3= Lista de mamíferos de Portugal
|URL-3= Anexo:Lista de mamíferos de Portugal
|Separador-4= Lista de peixes de Portugal
|URL-4= Anexo:Lista de peixes de Portugal
|Separador-5= Lista de répteis de Portugal
|URL-5= Anexo:Lista de répteis de Portugal
|Separador-6=
|URL-6=
|bordure=
|fond onglets=#00FF00;
|fond cadre=
|arrondi=.2em
}}
__NOTOC__
A '''lista de anfíbios de Portugal''' inclui todas as espécies de [[rã]]s, [[sapo]]s, [[salamandra]]s e [[Tritão (anfíbio)|tritões]] existentes em [[Portugal]]. A lista inclui 20 espécies e está organizada por [[Ordem (biologia)|ordem]] e [[família (biologia)|família]]. A [[Península Ibérica]] é uma zona de elevado número de [[endemismo|espécies endémicas]], incluindo várias espécies de [[anfíbio]]s. Isto deve-se a que, durante a última [[glaciação]], várias espécies se refugiram nas penínsulas do [[sul da Europa]]<ref>{{citar jornal |ultimo=Hewitt |primeiro=G. |autorlink= |coautores= |ano=2000 |mes= |titulo=The genetic legacy of the Quaternary ice ages. |jornal=Nature |volume= 405|numero= |paginas=907-913 |id= |url= |acessadoem=[[1 de Agosto]] de [[2008]]}}</ref>. São endémicas da Península Ibérica: a [[salamandra-lusitânica]], o [[tritão-ibérico]], o [[sapo-parteiro-ibérico]], a [[rã-de-focinho-pontiagudo]] e a [[rã-ibérica]].
|[[Tritão-ibérico]]<br/><small>(''Lissotriton boscai'')</small>||[[Ficheiro:Triturus boscai dis.png|100px]]||Tritão de pequeno tamanho. Pode ser confundido com o tritão-palmado, embora tenha o ventre laranja, e o tritão-palmado tenha a barriga amarela.||[[Imagem:Triturus boscai.001.JPG|100px|Tritão-ibérico]]
|-
|[[Tritão-palmado]] <br/><small>(''Lissotriton helveticus'')</small>||<!-- [[Ficheiro:Triturus_helveticus_dis.png|100px]] -->||Deriva o seu nome das [[membrana interdigital|membranas interdigitais]] que possui nas patas posteriores. Em Portugal, existe apenas a subespécie ''T. h. alonsoi'' e distribui-se a Norte do [[rio Vouga]].||[[Imagem:Triturus.helveticus.jpg|100px|Tritão-palmado]]
|-
|[[Tritão-marmoreado]] <br/><small>(''Triturus marmoratus'')</small>||[[Ficheiro:Mapa Triturus marmoratus.png|100px]]||Espécie de meio porte. Surge apenas a Norte do Rio Tejo. Tem um padrão corporal de vários tons de verde. Os machos podem apresentar uma pequena crista dorsal durante a época de reprodução ||[[Imagem:Triturus marmoratus1.JPG|100px|Tritão-marmoreado]]