Abrir menu principal

Alterações

1 byte adicionado, 17h58min de 18 de maio de 2015
sem resumo de edição
'''Maracanaço''' (em [[Língua castelhana|espanhol]]: ''Maracanazo''<ref name="CorreioPopular" <ref>VERZIGNASSE, Rogério. ''Fama de vilão acompanha campineiro Barbosa até hoje.'' Correio Popular, Cidades, p. A6, Campinas, 22 de junho de 2014. Acesso em 23 jun. 2014.</ref>) é o termo usado em referência à partida que decidiu a [[Copa do Mundo de 1950|Copa do Mundo de Futebol de 1950]] a favor da [[Seleção Uruguaia de Futebol]], deixando desolados os brasileiros. A partida ocorreu no estádio do [[Maracanã]], e é considerada um dos maiores reveses da história do [[futebol]].
 
==AntecentesAntecedentes==
O caminho para o título da [[Copa do Mundo]] de [[1950]] foi ''sui generis'': Em vez do sistema de jogos eliminatórios (que é comumente usado atualmente em todas as competições, não apenas de futebol), o regulamento determinava que o campeão seria definido através de jogos entre um grupo de finalistas. Os quatro finalistas foram: o [[Seleção Brasileira|Brasil]] (país sede e grande favorito), o [[Seleção Uruguaia de Futebol|Uruguai]] (que precisava vencer apenas uma partida para chegar as finais, esmagou a [[Seleção Boliviana de Futebol|Bolívia]] por 8-0), a [[Seleção Espanhola de Futebol|Espanha]] (que deixou para trás a [[Seleção Inglesa de Futebol|Inglaterra]] no seu grupo), e a [[Seleção Sueca de Futebol|Suécia]] (que venceu a [[Seleção Italiana de Futebol|Itália]]).
 
Na manhã de [[domingo]] [[16 de julho]] de [[1950]] as ruas do [[Rio de Janeiro]] estavam em polvorosa. Foi improvisado um carnaval sob o som de "O Brasil precisa vencer!". Este espírito encorajador não cessou, até o início da partida final, que lotou o lendário [[Estádio do Maracanã]] com um público de aproximadamente 200.000 pessoas, um recorde mantido até hoje.
 
O clima já era exagerado e, para contribuir ainda mais com a idéiaideia do “já ganhou”, minutos antes do jogo começar, o prefeito do Rio de Janeiro, [[Ângelo Mendes de Morais]], discursou no Maracanã com as seguintes palavras: “Vós brasileiros, a quem eu considero os vencedores do campeonato mundial; vós brasileiros que a menos de poucas horas sereis aclamados campeões por milhares de compatriotas; vós que não possuis rivais em todo o hemisfério; vós que superais qualquer outro competidor; vós que eu já saúdo como vencedores!”
 
==Preparação do Uruguai==
 
==Depois da partida==
 
Com aquele resultado e com a consequente ruína da celebração, os organizadores da Copa do Mundo deixaram [[Jules Rimet]] sozinho no campo, com a taça nas mãos. Sem nenhuma cerimônia a ajudá-lo, Jules Rimet acabou por chamar Varela para entregar-lhe a taça. Este foi o segundo e, até o presente momento, o último título mundial conquistado pelo Uruguai.
 
*[[Mineiraço]]
*[[Brasil vs. Uruguai]]
*[http://portacurtas.org.br/filme/?name=barbosa Filme: Barbosa (1988)] CurtametragemCurta-metragem: 12 min. Dirigido por [[Ana Luiza Azevedo]] e [[Jorge Furtado]]. Com [[Antônio Fagundes]], [[Pedro Santos]], [[Victor Castel]].