Abrir menu principal

Alterações

10 bytes adicionados ,  17h02min de 21 de maio de 2015
m
Foram revertidas as edições de 201.55.31.80 para a última revisão de 189.70.45.53, de 11h55min de 29 de março de 2015 (UTC)
 
== Definição do conceito de "anormalidade" ==
O diaconceito dode doenteanormalidade mental é ocompreensível dIaem dorelação Matheus Nascimentoa uma norma; mas nem toda variação em relação a uma norma adquire caráter [[patológico]]. Assim uma pessoa superdotada ou um criminoso estão ambos "fora da norma", sem que no entanto seu estado tenha um caráter [[patologia|patológico]]. Assim, para se compreender o termo transtorno é necessário ter-se presente quais normas são relevantes para essa definição:<ref>Bastine, Reiner (1998). Klinische Psychologie, Band 1. 3. Aufl. Stuttgart: Kohlhammer.</ref><ref>Dalgalarrondo, Paulo (2000). Psicopatologia e semiologia dos transtornos mentais. Porto Alegre: Artes médicas.</ref>
 
'''1. Norma subjetiva''': a própria pessoa ''sente-se'' doente. No entanto, esta norma não é suficiente para uma definição, porque ela envolve uma perceção subjetiva do problema, que pode diferir de uma perceção externa, objetiva: além dos casos em que as duas perspectivas estão de acordo, há casos em que a pessoa está subjetivamente doente, mas esse estado é externamente não observável, ou vice-versa;