Abrir menu principal

Alterações

14 bytes adicionados ,  03h59min de 18 de dezembro de 2006
sem resumo de edição
[[Image:La spezia-rimini line.png|thumb|Historicamente, a ''' Linha La Spezia-Rimini''' marcou uma série de isoglossas que distinguem os dialetos italianos setentrionais do da Toscana, terra natal do [[língua italiana|Italiano]] padrão]].
 
A Linha La Spezia-Rimini ( às vezes referida como Linha Massa-Senigallia ), na [[Linguística]] das [[Línguas românicas]], é uma linha que demarca um número de importantes isoglossias que distiguem as línguas românicas a leste e sul da linha daquelas a norte e oeste dela. As línguas românicas na parte oriental inclui o [[língua italiana|Italiano]] padrão e as línguas românicas orientais ( [[língua romena|Romeno]], [[Aromeno]], Megleno-[[Romeno meglesita]], [[Istro-Romenoromeno]] ), enquanto [[língua espanhola|Espanhol]], [[língua francesa|Francês]], [[Língua portuguesa|Português]], e também os dialetos do norte da Itália são representantes do grupo ocidental.
A linha corta o norte da Itália a partir da cidade de La Spezia até Rimini ( alguns dizem que a linha na verdade vai de Massa até Senigallia, e deveria ser chamada mais precisamente de Linha Massa-Senigallia).
A norte e oeste da linha ( excluindo algumas variedades setentrionais, como o Liguriano, que provavelmente um dia teve essas características, mas foram perdidas sob a influência do Italiano padrão ), o plural dos substantivos descendem do caso acusativo do Latim, e geralmente terminam em -s independentemente do gênero ou declinação. Ao sul e a leste da linha, os plurais dos substantivos descendem geralmente do caso nominativo do Latim, e mudam as vogais para formar os plurais. Comparando os plurais de substantivos cognatos em Romeno, Italiano, Espanhol, Português. Francês e Latim:
Utilizador anónimo